4 eventos ao vivo

Trump quer mudar lei sobre chuveiro para ter cabelo perfeito

Presidente não está satisfeito com a pressão de água

13 ago 2020
08h57
atualizado às 09h09
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Departamento de Energia dos Estados Unidos apresentou nesta quarta-feira (12) uma proposta de alteração na lei que determina a pressão da água nos chuveiros norte-americanos, dias após o presidente Donald Trump reclamar publicamente sobre o fato de não conseguir ter os cabelos "perfeitos".

Trump reclamou que a pressão da água é insuficiente no país
Trump reclamou que a pressão da água é insuficiente no país
Foto: EPA / Ansa

Instituída em 1992, a legislação proíbe que os equipamentos liberem mais de 9,5 litros de água por minuto. A medida foi instituída para preservar recursos naturais e, segundo associações, também ajudou a diminuir o valor da conta de água dos norte-americanos.

No entanto, há cerca de um mês, Trump fez críticas públicas à lei por conta de "problemas" para deixar seu cabelo como ele gostaria. "Então, lavar a cabeça - você toma um banho, a água não sai.  Você quer lavar as suas mãos, a água não sai. O que você faz então? Você fica lá por mais tempo ou você toma um banho mais longo? Porque meu cabelo, eu não sei vocês, mas ele precisa estar perfeito. Perfeito", disse durante uma coletiva.

Em entrevista à "CNN", a porta-voz do Departamento, Shaylun Hynes, afirmou que a medida foi anunciada por conta da promessa de Trump de "reduzir regulamentações federais" em assuntos de consumo dos norte-americanos.

No entanto, diversas entidades nacionais criticaram a medida dizendo que não há a "menor necessidade" de alterar essa regra.

O grupo de conservação Appliance Standards Awareness Project emitiu uma nota, repercutida por diversos sites norte-americanos, falando que o projeto apresentado por Washington é "bobo" e que "se o presidente precisar de ajuda para encontrar um bom chuveiro", o grupo pode "indicar alguns sites de consumidores que ajudarão ele a identificar um bom chuveiro com boa densidade de fluxo". .
   

Veja também:

Em mensagem, embaixador Arman Akopian lembra 29 anos da independência da Armênia
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade