0

Putin diz que é natural Europa querer um exército

11 nov 2018
13h52
atualizado às 13h58
  • separator
  • comentários

O presidente russo, Vladimir Putin, disse no domingo que faz sentido que um bloco econômico poderoso como a União Europeia queira se defender militarmente.

Vladimir Putin em uma cerimônia da Força Expedicionária Russa em Paris
Vladimir Putin em uma cerimônia da Força Expedicionária Russa em Paris
Foto: Alexei Nikolsky / Reuters

Os comentários foram feitos depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tuitou ao chegar a Paris na sexta-feira dizendo que a sugestão do presidente francês, Emmanuel Macron, de um exército europeu é "muito insultante".

"A Europa é uma entidade econômica poderosa, uma união econômica poderosa e é natural que queira ser independente, autossuficiente e soberana em questões de defesa e segurança", disse Putin à televisão RT.

Trump não viu com bons olhos os comentários que Macron fez em uma entrevista à rádio Europa 1 nesta semana, na qual ele parece apontar os Estados Unidos como uma ameaça.

Discutindo o crescente perigo da pirataria cibernética, a intromissão externa nos processos eleitorais e a decisão dos EUA de se retirar de um tratado de mísseis, Macron disse que a Europa precisa se proteger contra a China, a Rússia "e até mesmo dos Estados Unidos".

Mais tarde, na mesma entrevista, falou da necessidade de um exército europeu, dizendo: "Confrontados com a Rússia, que está nas nossas fronteiras e que mostrou que pode ser ameaçadora... precisamos de uma Europa que possa se defender melhor por si só, sem depender apenas dos Estados Unidos".

Depois que eles se encontraram no sábado, Trump e Macron tentaram minimizar as diferenças, dizendo concordar com a necessidade de a Europa gastar mais em defesa. 

Um assessor de Macron disse que a reprovação de Trump foi baseada em um mal-entendido.

Veja também:

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • comentários
publicidade