PUBLICIDADE

Mundo

Premiê Modi prevalece sobre aliados na formação de gabinete indiano

11 jun 2024 - 09h57
Compartilhar
Exibir comentários

O primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, manteve todos os principais ministros em suas pastas no novo governo, sinalizando que ele ainda está no comando, apesar de ter que contar com os aliados da coalizão para conseguir maioria no Parlamento.

O Partido do Povo Indiano (BJP), de Modi, ficou aquém da marca da maioria por conta própria na eleição que terminou este mês, mas o governo anunciou que não haverá mudança de pessoal nos quatro ministérios mais importantes - Finanças, Assuntos Internos, Defesa e Relações Exteriores. O partido também manteve outros ministérios importantes, como Comércio e Agricultura.

Délhi estava agitada com a conversa de que os aliados estariam pechinchando pelas principais pastas antes de Modi assumir o cargo para um raro terceiro mandato consecutivo, e os analistas disseram que poderia haver alguma irritação com as escolhas do gabinete, mas nenhuma consequência imediata.

"Ele conseguiu convencer seus aliados a manter todas as pastas importantes para demonstrar continuidade, e eles parecem ter concordado", disse Tarun Basu, diretor do instituto Society for Policy Studies, sediado em Nova Délhi.

"Apesar dessa projeção externa, inevitavelmente haverá puxões e pressões internas dentro da coalizão, embora elas possam não se tornar públicas tão rapidamente."

Apenas 5 das 30 cadeiras do gabinete foram concedidas aos aliados, em ministérios que incluem Aviação Civil, Processamento de Alimentos, Aço, Criação de Animais e Pequenas e Médias Empresas.

O BJP conquistou 240 das 543 cadeiras da câmara baixa do Parlamento na eleição. A aliança que ele lidera conquistou um total de 293 assentos, ultrapassando a marca da maioria de 272 assentos.

"Acreditamos que a distribuição de assentos mostra a continuidade e o tratamento equitativo dos aliados, o que é uma grande vantagem", escreveu a analista da PhillipCapital Anjali Verma em uma nota.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade