0

Estado Islâmico posta áudio de líder após sua suposta morte

"Fiquem tranquilos, muçulmanos, porque o Estado de vocês vai bem", declara o homem da gravação. A voz se parece com a de Bagdadi, mas sua identidade não foi confirmada por outra fonte, além do EI

13 nov 2014
19h23
  • separator
  • 0
  • comentários

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) divulgou nesta quinta-feira uma gravação de áudio atribuída a seu chefe, Abu Bakr al Bagdadi, alguns dias depois dos rumores indicando que ele havia sido ferido, ou morto, em um bombardeio da coalizão no Iraque.

Frame de vídeo divulgado no dia 5 de julho pelo grupo Al-Furqan mostra o que seria Abu Bakr al-Baghdadi, anunciado como o califa Ibrahim, novo líder do Estado Islâmico; o vídeo teria sido feito em uma mesquita de Mosul, no Iraque
Frame de vídeo divulgado no dia 5 de julho pelo grupo Al-Furqan mostra o que seria Abu Bakr al-Baghdadi, anunciado como o califa Ibrahim, novo líder do Estado Islâmico; o vídeo teria sido feito em uma mesquita de Mosul, no Iraque
Foto: Al Furwan Media / HO / AFP

Na mensagem de 17 minutos, o homem que se apresenta como Bagdadi, não fala do suposto bombardeio, mas, sim, de acontecimentos ocorridos desde então.

"Fiquem tranquilos, muçulmanos, porque o Estado de vocês vai bem", declara o homem da gravação.

EI encontra suprimentos destinados às tropas curdas

A voz se parece com a de Bagdadi, mas sua identidade não foi confirmada por outra fonte, além do EI.

Na gravação, o suposto líder do EI declarou que a coalizão internacional liderada por Washington está fracassando em sua luta contra os jihadistas.

"O movimento não se deterá e seguirá sua expansão", afirma, acrescentando que "o movimento dos mujahedines seguirá até alcançar Roma".

"E, logo, os judeus e os cruzados se verão obrigados a vir a campo e enviar suas tropas terrestres até a morte e a destruição", ameaça.

Embora a gravação pareça ter como objetivo acabar com as especulações sobre o estado de Bagdadi, não menciona os bombardeios contra líderes do EI. Fala, contudo, de acontecimentos ocorridos após a decisão anunciada na segunda-feira pelos jihadistas egípcios de Ansar Beit al Maqdes de jurar lealdade ao grupo liderado por Bagdadi.

Oficiais do Iraque e dos Estados Unidos deixaram claro que ninguém tem certeza sobre o paradeiro de Bagdadi.

Desvendando o Estado Islâmico Desvendando o Estado Islâmico

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade