0

Dois judeus são acusados por agressões racistas em Israel

Jovens atacaram veículos pertencentes a árabes e picharam parede com ofensas racistas

9 jun 2014
10h57
  • separator
  • comentários

Um tribunal israelense acusou dois jovens judeus por ataques cometidos em 2013 contra dezenas de veículos pertencentes a árabes anunciou nesta segunda-feira o ministérioda Justiça.

<p>Crian&ccedil;as&nbsp;brincam em frente ao muro pichado com as palavras&nbsp;&quot;&aacute;rabes fora&quot; e &quot;racismo ou assimila&ccedil;&atilde;o&quot;, no povoado &aacute;rabe israelense de Abu Ghosh, em 18 de junho</p>
Crianças brincam em frente ao muro pichado com as palavras "árabes fora" e "racismo ou assimilação", no povoado árabe israelense de Abu Ghosh, em 18 de junho
Foto: AFP

Em junho de 2013, no povoado árabe israelense de Abu Ghosh, a oeste de Israel, foram furados os pneus de 34 automóveis e uma parede foi pichada com ofensas racistas.

O primeiro suspeito, Arye Pearl, de 21 anos e originário da colônia extremista Yitzhar, norte da Cisjordânia, foi indiciado por vandalismo com motivos racistas.

O segundo suspeito, cuja identidade não foi revelada por ser menor de idade no momento dos fatos, será julgado pelos mesos delitos.

Segundo a acusação, os dois escreveram em hebreu "árabes fora" e "racismo ou assimilação".

A utilização do termo "assimilação" é uma referência com conotação pejorativa para as relações entre judeus e não judeus, e especialmente aos casamentos interreligiosos.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • comentários
publicidade