0

Ataque aéreo de coalizão atinge filiada à Al-Qaeda na Síria

ONG síria disse que os ataques aéreos atingiram um escritório e um veículo usados pela Frente Nusra em Idlib

6 nov 2014
10h19
  • separator
  • 0
  • comentários

Ataques aéreos realizados pela coalizão liderada pelos Estados Unidos para combater o Estado Islâmico atingiram durante a noite alvos do grupo Frente Nusra, ligado à Al-Qaeda, no noroeste da Síria, informou uma organização que monitora a violência na guerra civil síria.

Jihadistas confirmaram o bombardeio nesta madrugada
Jihadistas confirmaram o bombardeio nesta madrugada
Foto: Karam al-Masri / AFP

O Observatório Sírio para Direitos Humanos disse que os ataques aéreos atingiram um escritório e um veículo usados pela Frente Nusra em Idlib, província onde na semana passada o grupo ligado à Al-Qaeda derrotou rebeldes sírios apoiados pelo Ocidente.

A Frente Al-Nosra confirmou os ataques em sua conta no Twitter e atribuiu as ações à "aliança entre os cruzados e os árabes contra as posições da Al-Nosra, provocando mortes, em sua maioria civis".

Caças da Força Aérea dos EUA sobrevoam o Iraque como parte de campanha aérea contra o Estado Islâmico, em foto de arquivo
Caças da Força Aérea dos EUA sobrevoam o Iraque como parte de campanha aérea contra o Estado Islâmico, em foto de arquivo
Foto: Força Aérea dos EUA / Reuters

O Observatório também relatou o primeiro ataque contra o Ahrar al-Sham, outro grupo islamita linha dura. Os aviões internacionais bombardearam também uma base do grupo Movimento Islâmico dos Livres de Sham em Babisqa, próxima à passagem de fronteira de Bab Al-Hawa. Esse é o primeiro ataque da coalizão contra o grupo, uma das principais formações que integram a maior aliança rebelde islamita da Síria, a Frente Islâmica, que lutou junto a Frente al Nusra contra as forças do regime de Bashar al Assad e contra o grupo Estado Islâmico (EI).

Até agora, os bombardeios dos aviões internacionais tinham sido, principalmente, contra o EI, que declarou califado na Síria e no Iraque em junho, e tão somente tinham tido como alvo um quartel de uma organização vinculada ao Frente al Nusra, denominada pelos EUA de Khorasan, no início da ofensiva em setembro.

Após esse ataque, os combatentes da filial da Al Qaeda e os do Movimento Islâmico dos Livres de Sham deixaram suas bases em Idlib diante da possibilidade de novos bombardeios da coalizão. Na última semana, a Frente al Nusra avançou nessa província e controla agora a área de Jabal al-Zawiya, após enfrentar rebeldes moderados do Exército Livre Sírio (ELS), grupo que recebe apoio americano.

Com informações da Reuters, EFE e AFP.

Desvendando o Estado Islâmico Desvendando o Estado Islâmico

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade