2 eventos ao vivo

México: em rifa inusitada, governo sorteia avião presidencial (mas o ganhador não leva o prêmio para casa)

Depois de um ano tentando, sem sucesso, vender a aeronave, o presidente Andrés Manuel López Obrador anunciou uma nova maneira de se livrar da herança de seu antecessor.

8 fev 2020
13h28
atualizado às 13h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
O presidente mexicano descreveu o avião como símbolo do excesso governamental
O presidente mexicano descreveu o avião como símbolo do excesso governamental
Foto: EPA / BBC News Brasil

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, decidiu acabar com um dos mistérios que mais despertaram a curiosidade dos mexicanos nos últimos meses: como vai se livrar do luxuoso avião utilizado por seu antecessor, Enrique Peña Nieto.

Sem encontrar comprador para a aeronave, estacionada há mais de um ano em um hangar na Califórnia, AMLO, como o mandatário é conhecido, discutiu diversas possibilidades para desfazer-se do Boeing 787-8, que custou US$ 218 milhões (R$ 942 milhões) ao ser comprado, em 2012.

A opção mais insólita entre elas, a ideia de organizar uma rifa, rendeu milhares de piadas e memes nas redes sociais.

Eis que, nesta sexta-feira (7), o presidente mexicano confirmou que haverá rifa — seu ganhador, porém, não poderá levar o prêmio para casa.

O que será sorteado, então?

O sorteio, que acontecerá no dia 15 de setembro, não premiará um sortudo com o avião de fato — em vez disso, o governo distribuirá prêmios que, somados, totalizariam o valor do avião hoje, cerca de US$ 130 milhões (R$ 562 milhões).

A aeronave — que voltará ao México em abril —, por sua vez, continuará à venda enquanto permanece preservado pela Força Aérea até 2022, período em que também estará disponível para ser alugado.

"O avião segue à venda. Ao mesmo tempo, porém, resolvemos o problema porque pagamos os prêmios, o dinheiro obtido com a rifa vai para os hospitais e o avião continua com manutenção garantida pelos próximos dois anos, até que seja vendido", disse López Obrador.

A ideia de sortear um avião despertou a imaginação de internautas, que criaram memes imaginando como seria ter um avião em casa.
A ideia de sortear um avião despertou a imaginação de internautas, que criaram memes imaginando como seria ter um avião em casa.
Foto: Twitter / BBC News Brasil

No total, serão vendidos seis milhões de bilhetes, a um preço de 500 pesos mexicanos (R$ 115).

Em troca, os participantes concorrerão a 100 prêmios de 20 milhões de pesos mexicanos cada um (R$ 4,6 milhões).

Se vender todos os bilhetes, o governo arrecadará US$ 160 milhões (R$ 691 milhões). O valor do avião (US$ 130 milhões) será destinado a comprar equipamentos médicos para os hospitais mexicanos, disse López Obrador.

O restante seria usado para manter a aeronave em um hangar enquanto não é vendida.

Quem pagará pelos prêmios?

A pergunta é, então, de onde sairá o dinheiro dos prêmios para que a rifa de fato beneficie o governo mexicano.

De acordo com AMLO, os US$ 106 milhões em prêmios serão aportados pelo Instituto para Devolver ao Povo o que Foi Roubado, uma instituição pública que se dedica a leiloar bens confiscados em operações contra o crime organizado e a corrupção.

O presidente afirmou que, ainda que o objetivo final seja vender o avião, já há uma empresa interessada em alugá-lo por um ano, o que ajudaria a poupar mais gastos.

AMLO disse também acreditar que os ganhos com a futura venda do avião poderão somar-se aos recursos da rifa para equipar os hospitais do país — que ainda serão insuficientes, segundo seus cálculos.

"Para melhorar nossos centros de saúde e hospitais públicos, precisamos de 10 bilhões de pesos (R$ 2,3 bilhões), e só conseguiremos arrecadar com a rifa 2,5 bilhões de pesos (R$ 575 milhões)."

Desfazer-se do avião presidencial foi uma das principais promessas de campanha de López Obrador, que viaja em voos comerciais como "parte de um plano de austeridade".

Apesar de ser alvo de crítica daqueles que acreditam que o presidente precisa se movimentar com segurança, AMLO afirma que viajar no avião em um país em que mais de metade da população vive na pobreza "é um insulto".

O avião presidencial foi modificado para incluir detalhes luxuosos, como um quarto, um banheiro com acabamento em mármore, cozinha e amplos assentos de couro, entre outros.

Veja também:

Maior edifício impresso em 3D da Europa está em construção
BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade