PUBLICIDADE

Mundo

Itália e Canadá assinam acordos de segurança com a Ucrânia

24 fev 2024 - 13h16
Compartilhar
Exibir comentários

Os líderes do Canadá e da Itália assinaram acordos de segurança com a Ucrânia no sábado, após conversarem com o presidente Volodymyr Zelenskiy, no momento em que Kiev lembra o segundo aniversário da invasão em grande escala da Rússia.

O Canadá e a Itália se juntam à Grã-Bretanha, Alemanha, França e Dinamarca na conclusão de acordos de segurança de 10 anos com Kiev, que têm como objetivo reforçar a segurança da Ucrânia até que ela possa alcançar seu objetivo de se tornar membro da aliança militar da Otan.

"Continuamos a apoiar a Ucrânia no que eu sempre acreditei ser o direito justo de seu povo de se defender", disse a primeira-ministra italiana Giorgia Meloni em uma coletiva de imprensa.

"Isso também significa necessariamente apoio militar, porque confundir a tão falada palavra 'paz' com 'rendição', como alguns fazem, é uma abordagem hipócrita que nunca compartilharemos", disse ela.

O primeiro-ministro canadense Justin Trudeau disse que o apoio de Ottawa a Kiev permaneceu "inabalável" dois anos depois que a Rússia lançou sua invasão em grande escala.

"Hoje, ao lado de nossos aliados e parceiros, o Canadá se comprometeu a prestar mais assistência, incluindo apoio militar e humanitário, à Ucrânia", disse ele.

Zelenskiy disse aos repórteres na coletiva de imprensa que o sábado foi "um dia único para o nosso país".

Os dois acordos de segurança foram assinados no início de uma coletiva de imprensa conjunta com Zelenskiy, Meloni, Trudeau e os líderes da Bélgica e da União Europeia.

O gabinete de Trudeau disse que o Canadá forneceria mais de 3 bilhões de dólares canadenses em ajuda financeira e de defesa para a Ucrânia em 2024.

Meloni não deu detalhes financeiros sobre o acordo italiano.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Publicidade