PUBLICIDADE

Mundo

Exportação de queijos italianos quebra recorde em 2023

Saldo total foi de 600 mil toneladas e 5 bilhões de euros

18 mar 2024 - 16h18
(atualizado às 16h27)
Compartilhar
Exibir comentários

- A Itália registrou um novo recorde histórico nas exportações de laticínios em 2022, com 600 mil toneladas e 5 bilhões de euros (R$ 27,3 bi na cotação atual) em receitas.

O saldo total avançou, apesar de flutuações ao longo do ano. O saldo comercial atingiu 2,3 bilhões de euros (R$ 12,5 bi), alta de 15% ante 2022.

O incremento foi puxado pelos queijos frescos (com aumento percentual de dois dígitos para burrata e mascarpone).

Em termos de volume, Grana Padano e Parmigiano Reggiano (6,1%) seguiram com excelentes resultados, incluindo os ralados (7,1%).

Outros queijos curados tiveram um bom desempenho (7,8%), e o gorgonzola também aumentou ligeiramente (1,1%).

A mussarela, em todas as suas variedades, cresceu 4%, representando sozinha um quarto do volume das exportações.

"As exportações continuam sendo um componente substancial para o crescimento do setor de laticínios italiano, e é uma alavanca fundamental para manter os níveis de produção e o crescimento da cadeia produtiva", comentou Paolo Zanetti, presidente da associação especializada Assolatte.

Em termos geográficos, a União Europeia ofereceu um porto mais seguro para queijos italianos do que os países extracomunitários.

Foram registradas desacelerações no Canadá, Japão e Coreia do Sul, além do Reino Unido, devido ao Brexit e à recessão; e dos EUA, sob efeito de inflação e desvalorização do dólar.

Na UE, merecem destaque os aumentos significativos nas exportações de laticínios para Alemanha (8,9%), Espanha (7,4%), França (6,8%) e Europa Oriental.

Fora do bloco, os aumentos mais significativos ocorreram na China, Emirados Árabes Unidos e Arábia Saudita.

A China ultrapassou o Canadá, tornando-se o quinto destino de fora do bloco, após Reino Unido, EUA, Suíça e Japão.

Os queijos italianos estão no topo das importações da França, Estados Unidos e Suíça.

 .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade