0

Polícia italiana recupera pano com sangue de João Paulo 2º

31 jan 2014
14h41

A polícia recuperou na sexta-feira o pedaço de tecido manchado com o sangue do falecido papa João Paulo 2º, um dia depois de encontrar o objeto de ouro e vidro que outrora guardou a relíquia e que havia sido roubado.

Durante uma coletiva de imprensa em L'Aquila, a leste de Roma, a polícia informou ter encontrado o fragmento na garagem de dois homens que foram detidos por terem roubado o relicário na semana passada.

Na mesma coletiva, o bispo Giovanni D'Ercole disse ter remontado o relicário e o tecido depois que a polícia os encontrou em pedaços em dias consecutivos.

Só faltavam alguns filamentos de pano e de fio dourado ao pedaço de tecido recuperado, disse.

"Acho que João Paulo 2º os perdoou, e que temos que fazer o mesmo", disse D'Ercole sobre os homens, que a polícia acredita serem viciados em droga.

O relicário e um crucifixo foram roubados de uma igreja em uma montanha isolada de San Pietro della Ienca na semana passada.

O tecido era um fragmento da sotaina que João Paulo 2º vestia em 13 de maio de 1981, quando foi alvejado em uma tentativa de assassinato.

Relíquias de santos e de outras figuras sagradas com frequência são expostas em relicários para serem venerado pelos fiéis católicos.

O falecido papa, que deve ser santificado em 27 de abril, amava as montanhas na região de Abruzzo por lhe lembrarem as de sua Polônia natal. Ele às vezes saía em segredo do Vaticano para caminhar e esquiar ali nos primeiros anos de seu pontificado.

Seu secretário, o agora cardeal Stanislaw Dziwisz, da Cracóvia, na Polônia, doou a relíquia à comunidade local.

(Por Philip Pullella)

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

publicidade