PUBLICIDADE

Jovem dos EUA é preso por tentar se unir ao Estado Islâmico

Mohamed Hamzah Khan foi acusado de tentar fornecer apoio material a uma organização terrorista estrangeira

6 out 2014 17h33
| atualizado às 17h38
ver comentários
Publicidade
<p>Os pais do jovem acusado s&atilde;o vistos deixando a delegacia, em Chicago&nbsp;</p>
Os pais do jovem acusado são vistos deixando a delegacia, em Chicago 
Foto: Al Podgorski / AP

Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira a prisão de um cidadão de 19 anos no aeroporto de Chicago quando este tentava deixar o país para se juntar aos jihadistas do Estado Islâmico (EI) no Iraque e na Síria.

Mohamed Hamzah Khan, que havia chegado ao Aeroporto Internacional de O'Hare no sábado com passagens de ida e volta para Istambul, foi acusado de tentar fornecer apoio material a uma organização terrorista estrangeira, segundo o Departamento de Justiça.

Agentes que inspecionaram a casa de Khan, no subúrbio de Bolingbrook (sudoeste de Chicago), encontraram várias cartas escritas à mão pelo jovem em que expressava seu apoio ao EI e falava sobre os planos de viagem.

A passagem de retorno, comprada em setembro, era para este final de semana, informou o departamento de Justiça.

As autoridades locais iniciaram uma investigação sobre o caso.

Aquele que fornecer apoio material a uma organização estrangeira considerada terrorista pelos Estados Unidos pode ser condenado a até 15 anos de prisão e a pagar uma multa de US$ 250.000.

Desvendando o Estado Islâmico Desvendando o Estado Islâmico

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade
Publicidade