0

Contrato com Reinier é parte da visão do Real Madrid para o futuro, diz presidente

18 fev 2020
13h31
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Real Madrid contratou o atacante brasileiro Reinier porque o clube continua determinado a reunir os jovens talentos mais brilhantes do mundo, disse o presidente do Real, Florentino Pérez, nesta terça-feira.

Reinier é apresentado como jogador do Real Madrid
18/02/2020
REUTERS/Juan Medina
Reinier é apresentado como jogador do Real Madrid 18/02/2020 REUTERS/Juan Medina
Foto: Reuters

Reinier, de 18 anos, que foi contratado do Flamengo por 30 milhões de euros, é o terceiro adolescente brasileiro a ingressar no Real nos últimos dois anos, seguindo o caminho de Vinicius Jr. em 2018 e Rodrygo Goes no ano passado.

Como Vinicius e Rodrygo, Reinier começará sua carreira no Castilla, time B do Real Madrid, e vai buscar seguir seus compatriotas na equipe principal na próxima temporada.

"É nossa obsessão procurar jogadores que possam ser as grandes estrelas amanhã", disse Pérez na apresentação de Reinier no estádio Santiago Bernabéu, na terça-feira.

"Hoje, damos as boas-vindas a um jogador que acabou de completar 18 anos, mas já venceu a Copa Libertadores com o Flamengo, um dos maiores clubes do mundo."

O próprio Reinier, que em dado momento chegou às lágrimas, disse: "Hoje é um dia muito feliz para mim e realizo meu sonho de infância... Quero fazer parte da história desse grande clube."

O estádio Santiago Bernabéu está no meio de um grande projeto de reforma ao custo de 525 milhões de euros, e Pérez disse que o Real está olhando para o futuro, dentro e fora do campo.

"Este estádio está se preparando sem descanso para encarar o futuro. Aqui jogaram jogadores que marcaram uma época e muitos com a camiseta do Real Madrid", acrescentou.

"Como queremos construir o melhor estádio do século 21, temos a obrigação de desenvolver o talento do futuro. Não é fácil encontrar talentos inquestionáveis que possam fazer parte da lenda do Real Madrid."

Veja também:

Os traumáticos testes forçados de virgindade no Egito
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade