0

Assassino de 'Bobby' Kennedy é esfaqueado em prisão nos EUA

Candidato à presidência dos EUA morreu em junho de 1968

31 ago 2019
11h29
atualizado às 12h08
  • separator
  • 0
  • comentários

O homem que assassinou o líder democrata norte-americano Robert F. Kennedy, Sirhan Sirhan, foi esfaqueado neste sábado (31) em um centro de detenção em San Diego, nos Estados Unidos, onde está preso há mais de 50 anos. O departamento penitenciário da Califórnia disse que "um prisioneiro" foi ferido por volta das 14h30 (horário local) em um dos pátios da prisão. A identidade da vítima foi confirmada por uma fonte anônima à agência Associated Press (AP).

Foto: Reuters

De acordo com o site TMZ, o ataque foi extremamente grave e o criminoso precisou ser removido do local para ser hospitalizado.

O suspeito de ser o agressor foi encaminhado para a solitária.

As autoridades vão iniciar uma investigação para determinar as causas da confusão.

Atualmente com 75 anos de idade, Sirhan matou "Bobby" Kennedy, em 5 de junho de 1968, durante campanha presidencial, logo após o democrata declarar vitória nas primárias na Califórnia. Na ocasião, Kennedy foi atingido por três tiros enquanto cumprimentava apoiadores no Ambassador Hotel, em Los Angeles.

Cinco pessoas ficaram feridas no ataque. A morte do então senador de Nova York ocorreu apenas cinco anos depois do seu irmão, o presidente John F. Kennedy, ser alvo de um atentado fatal em Dallas. Sirhan foi condenado à morte, mas, quando a Califórnia aboliu a pena de morte por alguns anos, a sentença foi convertida em prisão perpétua.

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade