1 evento ao vivo

Malásia: avião com 239 pessoas a bordo está desaparecido

O avião, um Boeing 777-200, deixou Kuala Lumpur logo depois da meia-noite de sábado, deveria chegar a Pequim às 6h30 hora local

7 mar 2014
21h52
atualizado em 8/3/2014 às 05h51
  • separator
  • 0
  • comentários

Um voo da empresa aérea Malaysia Airlinesque transportava pelo menos 227 passageiros (sendo 2 crianças) e 12 membros da tripulação com destino a Pequim, perdeu o contato com o controle de tráfego aéreo depois de deixar a capital da Malásia, Kuala Lumpur, comunicou a empresa nesta sexta-feira. O voo deveria chegar à China às 19h30 (horário do Brasil). 

Parente de passageiro do voo da Malaysia Airlines se desespera em Pequim ao saber do desaparecimento do avião
Parente de passageiro do voo da Malaysia Airlines se desespera em Pequim ao saber do desaparecimento do avião
Foto: Reuters

A companhia aérea disse que recebeu um comunicado que o voo MH370 teria desaparecido no sábado às 2h40 hora local (aproximadamente 15h desta sexta-feira no Brasil), duas horas depois de deixar o aeroporto da Malásia.

O avião, um Boeing 777-200, deixou Kuala Lumpur logo depois da meia-noite de sábado, deveria chegar a Pequim às 6h30 hora local (19h30 no Brasil). A aeronave teria desaparecido do radar no espaço aéreo controlado pelo Vietnã, segundo a agência de notícias chinesa Xinhua.

Segundo informações da AFP, a Malaysia Airlines está trabalhando com as autoridades e já teria ativado uma equipe de busca e resgate para localizar a aeronave.

Em sua conta do Facebook, a Malysia Airlines fez um pronunciamento oficial sobre a perda de contato com o Boeing: 

 

 

Segundo a Malaysian Airlines, o Boeing transportava 227 passageiros e 12 tripulantes, de 14 nacionalidades, incluindo 154 chineses, 38 malaios, sete indonésios, seis australianos, 5 indianos, quatro franceses, três americanos, dois canadenses, dois ucranianos, dois neozelandeses, um austríaco, um russo, um holandês e um italiano. Havia duas crianças a bordo. Todos tripulantes são malaios.

Ahmad Jauhari Yahyain, chefe-executivo do Grupo Malaysian Airlines, confirma a perda de contato com o Boeing 777-200
Ahmad Jauhari Yahyain, chefe-executivo do Grupo Malaysian Airlines, confirma a perda de contato com o Boeing 777-200
Foto: AP

"No momento, a Malaysia Airlines está trabalhando com as autoridades, que ativaram suas equipes de busca e de resgate para localizar a aeronave", acrescentou o diretor da companhia Ahmad Jauhari. "Nossos pensamentos e orações estão com os passageiros envolvidos, a tripulação e os membros de suas famílias", disse Ahmad Jauhari.

Sites especializados informaram que o avião estava com a rota e a altitude alteradas quando perdeu contato. O Boeing 777-200, um grande jato de passageiros de apenas duas turbinas, tem um histórico extremamente confiável. Além disso, os aviões da Malaysia Airlines (MAS) têm registro de poucos acidentes.

Um dos pequenos Twin Otter, operado pela MASwings, caiu no Estado malaio de Sabah, na ilha de Bornéus, em outubro passado. Morreram o copiloto e um passageiro. Em 1977, um jato se acidentou no sul da Malásia. Todos os 93 passageiros e sete tripulantes morreram.

Foto: Arte / Terra

Com informações da AFP e CNN. 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade