0

Coreias abrem linha telefônica direta entre seus líderes

Medida foi tomada uma semana antes de cúpula entre países

20 abr 2018
08h26
atualizado às 08h54
  • separator
  • comentários

Uma semana antes da cúpula entre o ditador norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, as duas Coreias ativaram uma linha telefônica direta entre os líderes, informou Seul nesta sexta-feira (20).

Ditador norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in
Ditador norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in
Foto: Reuters

A linha vai conectar a Casa Azul, sede da presidência em Seul, com o escritório em Pyongyang da Comissão e Assuntos de Estado, presidida por Kim. Os técnicos realizaram uma chamada teste com duração de quatro minutos e 19 segundos.

Segundo o porta-voz sul-coreano, Yoon Kun-young, até o momento não há uma data para a primeira chamada oficial. "A conexão histórica da linha direta entre os líderes das duas Coreias acaba de ser estabelecida", disse.

A medida foi tomada depois que as duas Coreias acordaram realizar um encontro na aldeia da paz de Panmunjom, uma zona desmilitarizada. A ideia é que os líderes usem a linha de contato para a preparação da cúpula de 27 de abril. Esta será a primeira reunião em mais de 10 anos, desde o resultado da "política do Sol" de 2007. A reaproximação entre as duas nações ocorreu depois que Kim, em seu pronunciamento de fim de ano, afirmou que desejava sucesso para os Jogos Olímpicos de Pyeongchang, e, posteriormente, enviou uma delegação para competição.

Além deste encontro, o ditador da Coreia do Norte organizou outra reunião histórica com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, entre maio e junho. O local ainda não foi definido, mas o republicano estuda cinco opções. Nesta semana, Trump ainda disse que se a reunião não for bem-sucedida, não vai comparecer.

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade