PUBLICIDADE

Dalai Lama sobre Mandela: homem de "coragem, princípios e integridade"

6 dez 2013 02h44
| atualizado às 03h00
ver comentários
Publicidade
<p>O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela morreu nessa quinta-feira, aos 95 anos</p>
O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela morreu nessa quinta-feira, aos 95 anos
Foto: Michael Kooren / Reuters

O líder budista tibetano Dalai Lama expressou nesta sexta-feira suas condolências pela morte do líder sul-africano Nelson Mandela, aos 95 anos, em seu país natal. Em uma carta enviada a família de Mandela, Dalai Lama manifestou sua profunda tristeza ao tomar conhecimento da morte do africano, a quem classificou como um “homem de coragem, princípios e integridade inquestionável” e um amigo.

“Em sua morte, o mundo perdeu um grande líder, cuja determinação firme e inabalável foi fundamental para garantir a paz e reconciliação durante a transição na África do Sul sob o regime do apartheid. Sob sua liderança, África do Sul foi transformada através de meios pacíficos, no espírito da reconciliação”, escreveu Dalai Lama.

O monge tibetano afirmou que tinha a esperança de se encontrar novamente com Mandela, de quem tinha grande admiração e respeito. “Eu rezo por ele e ofereço minhas sinceras condolências a você, aos membros de sua família e ao povo da África do Sul”, disse.

Dalai Lama ainda afirmou que, apesar de Nelson Mandela ter ”partido fisicamente, seu espírito vai continuar”. O budista declarou que a melhor homenagem que podemos lhe render é fazer todo o possível para contribuir para honrar a unidade da humanidade e trabalhar pela paz e reconciliação, assim como o sul-africano.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade