PUBLICIDADE

Acidente com baleia no Japão deixa feridos

O barco estava a caminho da Ilha Sado, no Mar do Japão, quando aconteceu a colisão.

9 mar 2019 15h57
| atualizado às 16h08
ver comentários
Publicidade
O barco conseguiu chegar ao seu destino final, apesar do acidente
O barco conseguiu chegar ao seu destino final, apesar do acidente
Foto: EVN/Nippon Hoso Kyokai / BBC News Brasil

Mais de 80 passageiros de uma balsa se feriram, alguns gravemente, após a balsa onde estavam bater no que parecia ser uma baleia, no Mar do Japão.

A embarcação, que viaja em alta velocidade, estava a caminho da Ilha de Sado, partindo do porto de Niigata, neste sábado.

Os responsáveis pela embarcação dizem que ela se chocou contra um objeto, deixando uma fenda de 15 centímetros na popa.

A empresa de comunicação pública japonesa, NHK, ouviu um especialista que disse que, pela força do impacto, tudo indica que o barco tenha batido numa baleia.

A empresa responsável pela operação da balsa divulgou uma nota pedindo desculpas aos seus clientes, e disse que parecia que a embarcação havia colidido com algum animal marinho.

"Meu pescoço bateu no assento à minha frente", disse uma passageira à imprensa local. "As pessoas ao meu lado gemiam de dor."

Havia 121 passageiros e quatro tripulantes a bordo naquele momento.

Especialistas dizem que a baleia-de-minke e a jubarte costumam passar pelo Mar do Japão em sua rota migratória nesta época do ano
Especialistas dizem que a baleia-de-minke e a jubarte costumam passar pelo Mar do Japão em sua rota migratória nesta época do ano
Foto: BBC News Brasil

A Sado Steam Ship Company, que opera a balsa, disse que conseguiu chegar ao destino, apesar de um atraso de uma hora.

A Guarda Costeira disse que 13 dos feridos estavam em condições graves, mas ainda conscientes. Todos foram levados para o hospital.

O barco pode chegar à velocidade de 80km/h.

Especialistas dizem que a baleia-de-minke e a jubarte costumam passar pelo Mar do Japão em sua rota migratória nesta época do ano.

Veja também:

Governo venezuelano culpa EUA pelo apagão:

 

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
Publicidade
Publicidade