PUBLICIDADE

Guilherme Mazieiro

Brasileiro ia buscar a neta quando foi sequestrado pelo Hamas

Michel Nisenbaum está desaparecido desde 7 de outubro; presidente Lula disse que refém pode ser liberados "por esses dias".

30 nov 2023 - 17h43
Compartilhar
Exibir comentários
Brasileiro Michel Nisenbaum, 59, que está mantido como refém na Faixa de Gaza
Brasileiro Michel Nisenbaum, 59, que está mantido como refém na Faixa de Gaza
Foto: Divulgação

O brasileiro natural de Niterói (RJ) Michel Nisenbaum, 59, que está mantido como refém na Faixa de Gaza, foi pego pelo Hamas no dia 7 de outubro, quando buscava sua neta. O relato do seu desaparecimento foi feito pela família de Michel à Embaixada de Israel no Brasil, que acompanha o caso. Este é o único brasileiro mantido refém pelo grupo que controla aquela região palestina.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez um agradecimento ao Catar nesta quinta, 30, por ter ajudado na liberação de brasileiros em Gaza. “Ainda têm mais brasileiros lá, [estamos trabalhando] na liberação de um refém, que ainda pode ser liberado por esses dias. E eu vim agradecer [ao emir Hamad bin Khalifa Al Thani]", disse Lula a jornalistas durante viagem em Doha (Catar).

Segundo o relato da família, o último contato com Michel foi na manhã de sábado, 7 de outubro, quando o Hamas atacou Israel e matou cerca de 1.200 mortos. Naquele dia, “às 6h57, Michel saiu de sua casa em Sderot [próxima da Faixa de Gaza] para trazer sua neta, que estava na base de Reim com seu pai, de volta para casa. Às 7h06, ele deixou de atender ao telefone celular. Às 7h23, após inúmeras chamadas, o telefone foi atendido; do outro lado da linha, os terroristas gritavam em árabe e diziam ‘Hamas Hamas’”. 

A família disse que recebeu um vídeo dos homens que capturaram Michel. O veículo dele foi totalmente queimado encontrado no dia 14 de novembro, sendo reconhecido pelo chassis. O celular também foi localizado e entregue à família na última quinta-feira, 23.

Michel trabalha com computação e tinha começado recentemente a atuar como guia turístico. Ele mora em Israel há 45 anos, tem duas filhas e quatro netos.

Fonte: Guilherme Mazieiro Guilherme Mazieiro é repórter e cobre política em Brasília (DF). Já trabalhou nas redações de O Estado de S. Paulo, EPTV/Globo Campinas, UOL e The Intercept Brasil. Formado em jornalismo na Puc-Campinas, com especialização em Gestão Pública e Governo na Unicamp. As opiniões do colunista não representam a visão do Terra. 
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade