PUBLICIDADE

Fuzil escondido em máquina de lavar é apreendido pela polícia de AL; arma saiu do Rio de Janeiro

Modelo transportado por traficantes é o mesmo usado pelo Exército Brasileiro

10 jul 2024 - 11h40
(atualizado às 12h05)
Compartilhar
Exibir comentários

A polícia de Alagoas apreendeu um fuzil que estava escondido em uma máquina de lavar dentro de uma caminhonete de frete em Maceió (AL). A arma modelo 556 é a mesma usada pelo Exército Brasileiro. Segundo investigações da Secretaria de Segurança Pública do estado, o fuzil saiu do Rio de Janeiro em uma operação comandada por um traficante local.  

A captura do armamento na terça-feira, 9, é resultado de uma ação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE). Após a apreensão de um telefone pertencente a um grupo criminoso local, a polícia conseguiu identificar um esquema liderado por um traficante conhecido como Nem da Catenga. Ele coordenava o envio do fuzil 556 do Rio de Janeiro para a capital alagoana. 

Fuzil escondido dentro de máquina de lavar é apreendido
Fuzil escondido dentro de máquina de lavar é apreendido
Foto: Divulgação/SSP-AL

Durante as investigações, o BOPE concluiu que a arma já tinha chegado à cidade e estava no bairro de Clima Bom, aguardando para ser transportada ao bairro de Levada, região sob influência do tráfico liderado por Nem da Catenga. 

Através de monitoramento, a polícia descobriu que o fuzil seria levado ao local por meio de um veículo de frete. O BOPE, então, bloqueou pontos estratégicos de vias que ligavam as regiões e passou a abordar automóveis da mesma natureza.

Foi quando uma caminhonete S10 foi parada pela polícia. Aparentemente, o veículo carregava eletrodomésticos. No entanto, durante a interceptação, as autoridades descobriram que o fuzil estava escondido dentro de uma máquina de lavar roupas, junto a três carregadores. 

Conforme a SSP-AL, o motorista negou qualquer envolvimento com criminosos e alegou ser apenas um trabalhador autônomo contratado para o transporte de materiais. O homem ainda informou à polícia que recebeu R$ 120 pelo serviço. 

Modelo é o mesmo usado pelo Exército Brasileiro
Modelo é o mesmo usado pelo Exército Brasileiro
Foto: Divulgação/SSP-AL

O motorista e a arma foram encaminhados à Diretoria de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco). O traficante apontado como comandante do esquema, Nem da Catenga, está foragido no Rio de Janeiro e possui cinco mandados de prisão em aberto.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Seu Terra












Publicidade