PUBLICIDADE

SP: Tarcísio tem 55% dos votos válidos, e Haddad, 45%, segundo Datafolha

Pesquisa é a primeira feita pelo instituto sobre o 2º turno das eleições para o governo de São Paulo

7 out 2022 - 17h39
(atualizado às 18h13)
Compartilhar
Exibir comentários
Tarcísio e Haddad disputam o segundo turno das eleições em São Paulo
Tarcísio e Haddad disputam o segundo turno das eleições em São Paulo
Foto: Montagem/Estadão Conteúdo

Pesquisa Datafolha divulgada nesta sexta-feira, 7, mostra que o ex-ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas (Republicanos) tem 55% dos votos válidos e está na frente na disputa pelo governo de São Paulo. Enquanto isso, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) aparece com 45%.

Essa foi a primeira pesquisa de intenção de votos feita pelo instituto sobre o segundo turno da disputa pelo governo paulista. A eleição será definida no dia 30 de outubro.

Para calcular os votos válidos, são excluídos os brancos, os nulos e os de eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para divulgar o resultado oficial da eleição. 

Eleitores decididos

Ainda segundo a presquisa, 88% dos eleitores dizem estar convictos em qual candidato vão votar, e 12% admitem alterar o voto. Entre os que votam em Tarcísio, 90% estão decididos e 10% ainda podem mudar. Já entre os eleitores de Haddad, 88% estão decididos e 12% podem mudar.

Contratada pelo jornal Folha de São Paulo e pela TV Globo, a pesquisa ouviu 1.806 pessoas, entre quarta-feira, 5, e esta sexta-feira, em 74 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral(TSE) com o número SP-09303/2022.

Resultado do 1º turno

Com 100% das urnas apuradas, o candidato Tarcísio de Freitas obteve 42.32% do total de votos (9.881.786), enquanto Fernando Haddad teve 35,7% (98.336.805).

O resultado foi diferente do cenário mostrado no último Datafolha, em 1º de outubro, quando o petista tinha 39% dos votos válidos contra 31% de Tarcísio. A margem de erro era de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade