4 eventos ao vivo

Padilha ataca Aécio: 'fizemos aeroporto de verdade'

31 jul 2014
19h22
atualizado em 1/8/2014 às 09h34
  • separator
  • comentários

O candidato do PT ao governo do Estado de São Paulo, Alexandre Padilha, atacou o adversário tucano Aécio Neves, que disputa a presidência da República, na tarde desta quinta-feira na cidade de Guarulhos. O ex-ministro da Saúde criticou a postura do candidato do PSDB em relação à informação de que o governo mineiro gastou R$ 14 milhões para construir o aeroporto dentro de um terreno desapropriado da fazenda de um tio-avô de Aécio, ex-governador de Minas Gerais.

Candidato ao governo do Estado de São Paulo, Alexandre Padilha (PT), ao lado da presidente Dilma Rousseff, durante evento da CUT
Candidato ao governo do Estado de São Paulo, Alexandre Padilha (PT), ao lado da presidente Dilma Rousseff, durante evento da CUT
Foto: Paulo Pinto / Analítica

Apesar disso, a equipe de campanha do candidato ao Planalto Aécio Neves (PSDB) produziu um documento no qual reconhece “voos ocasionais para a pista de Cláudio (MG)”. Segundo a resposta da equipe do tucano, as operações ocasionais em aeroportos não homologados seriam permitidas de acordo com norma da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). 

“Guarulhos é uma cidade que tem um aeroporto de verdade porque ultimamente na política do País nós começamos a ver aeroporto sendo construído sem ser usado para o público. Ou seja, quer saber o que o PT fez pro Brasil é só visitar o aeroporto de Guarulhos, primeiro porque é um aeroporto de verdade, não de mentira, segundo é um aeroporto que as pessoas pousam no aeroporto e têm coragem de dizer que pousaram. Elas não ficam gaguejando pra falar se pousou ou não”, disse Padilha.

O candidato petista participou de um evento na Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Guarulhos ao lado da presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff. No início da tarde Padilha fez uma caminhada pelas ruas da cidade, mas não discursou durante o evento com Dilma, que também reuniu o presidente do PT, Rui Falcão, o ministro da Casa Civil, Aloísio Mercadante, e lideranças da CUT.

Porém, logo após o evento, Padilha subiu em um carro de som e falou para os trabalhadores. “Mais uma vez Guarulhos vai dar a vitória pra presidente Dilma e vamos começar a mudança em São Paulo aqui por Guarulhos”, completou.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade