PUBLICIDADE

Haddad não descarta chance de ter Luiza Trajano como vice

Empresária é vista no partido como nome progressista e com potencial de aproximar legenda do empresariado

24 fev 2021 18h06
| atualizado às 18h55
ver comentários
Publicidade

Candidato derrotado do PT à presidência em 2018, o ex-prefeito Fernando Haddad disse nesta quarta-feira, 24, que parte da sigla defende o nome da empresária Luiza Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, como candidata vice na chapa presidencial petista em 2022. Reportagem do Estadão mostrou, na semana passada, que Trajano é vista no PT como um nome progressista e que ela poderia reaproximar a legenda da cena empresarial.

 O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, candidato derrotado do PT ao Planalto
O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, candidato derrotado do PT ao Planalto
Foto: Dario Oliveira / Estadão Conteúdo

"Tem gente no PT que tem saudade da dupla Lula-Zé Alencar. Ele foi a prova que um grande empresário pode ter compromisso com o País e ter responsabilidade social. Tem gente que acalenta o sonho de termos um vice assim", disse Haddad em entrevista à rádio Super, em Belo Horizonte.

O empresário José Alencar, fundador da Coteminas, foi vice-presidente no governo de Luís Inácio Lula da Silva.

Haddad se reúne amanhã na capital mineira com o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), outro nome que é lembrado como potencial candidato a vice em uma chapa petista. A viagem marca o início de uma caravana do ex-prefeito pelo Brasil para tentar consolidar seu nome como presidenciável e marcar posição do PT no debate nacional.

Ele e a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, iniciaram nesta quarta-feira uma série de agendas em Minas Gerais. A primeira foi na região do Córrego do Feijão, em Brumadinho, local do rompimento da barragem da Vale, onde conversaram com representantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e sobreviventes do crime. Em seguida, estiveram em Contagem para uma reunião com a prefeita Marília Campos.

Os petistas também se encontrarão com o presidente da Assembleia Legislativa, Agostinho Patrus, e a prefeita de Juiz de Fora, Margarida Salomão. Participam também de três eventos abertos ao público, todos online, com transmissão ao vivo pelas redes sociais do PT: o lançamento do Fórum de Prefeitos e Vices do PT de Minas Gerais, o Seminário Educação, Luta e Esperança e o ato em comemoração ao aniversário de 41 anos do Partido dos Trabalhadores.

Estadão
Publicidade
Publicidade