PUBLICIDADE

Ciro Gomes critica candidatos 'fujões' e promete corte de 20% sobre renúncias fiscais

Candidato do PDT atacou a inserção de alguns itens para não pagar PIS/Cofins, como salmão e queijo suíço

30 ago 2022 - 13h33
(atualizado às 14h13)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: fdr

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, reforçou as críticas aos adversários ao participar nesta terça-feira, 30, do evento "Diálogos com Candidatos à Presidência da República", da União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (Unecs). "Conflitos de agenda não são desculpa para candidatos fujões não participarem de um evento tão importante como esse, especialmente diante da situação econômica e dos problemas do País", disse.

No evento, Ciro Gomes propôs o corte de 20% das renúncias fiscais concedidas pelo governo federal, caso seja eleito. "Todo gasto desnecessário que não seja imperativo, vou fazer como o velho Tancredo (Neves), é proibido gastar, vou passar o pente fino", afirmou para empresários, em Brasília.

    O candidato ainda criticou a inserção de alguns itens para não pagar PIS/Cofins. "Salmão, queijo suíço, filé mignon. Dá R$ 8 bilhões de renúncia fiscal", disse. No ano passado, a renúncia de impostos totalizou R$ 350 bilhões, segundo o candidato. "Com 20% de corte, são R$ 70 bilhões e acaba o déficit primário", completou.

    Ciro Gomes também disse que "ciclicamente, desde o Plano Real", o Brasil aumenta a taxa de juros para atrair dólares e, assim, fechar o balanço de pagamentos. "Meu governo tem o objetivo de não manipular artificialmente o câmbio".

    Ele respondia sobre a entrada de produtos importados ilegalmente no País. Ao subir a taxa de juros, o efeito, segundo Ciro, é a apreciação do Real, com o barateamento das importações. Outra razão citada pelo candidato do PDT é a falta de funcionários suficientes da Polícia Federal e da Receita para fiscalizar e aplicar punições para enfrentar o problema do contrabando. "É preciso reestruturar a administração pública e punir", afirmou.

    Estadão
    Compartilhar
    Publicidade
    Publicidade