SP: alunos a partir dos 6 anos terão aulas de inglês em escolas estaduais

Parceria entre governo estadual e a Holanda possibilita o ensino inédito do idioma do 1º ao 3º ano do ensino fundamental

4 nov 2013
13h33
atualizado às 13h33
  • separator
  • comentários

Um projeto-piloto, desenvolvido em parceria entre a Secretaria da Educação de São Paulo e o Ministério da Educação e Cultura da Holanda, implantará este ano o ensino da língua inglesa para 1,5 mil estudantes dos 1°, 2° e 3° anos do ensino fundamental de 10 escolas estaduais de diferentes regiões do Estado. É a primeira vez que o idioma será oferecido para crianças com 6 anos nas escolas estaduais.

Segundo a Secretaria da Educação, será utilizado o método de ensino Early Bird, com assessoria da Universidade de Ciências Aplicadas de Roterdã (RUA). É uma metodologia de ensino diferente, especializada na faixa-etária estipulada como alvo, que trabalha a oralidade sem comprometer a alfabetização. O lançamento do projeto contou com a presença do secretário da Educação, professor Herman Voorwald, e dos 60 educadores da rede estadual que serão os primeiros a oferecer estas aulas de inglês já a partir deste mês.

Os alunos terão aulas duas vezes por semana.  Para os professores, a Secretaria implantou na Escola de Formação e Aperfeiçoamento do Professor (Efap) um curso especializado com duração de uma semana. A abertura da formação nesta segunda-feira teve a participação, por videoconferência direto da Holanda, com o professor Karel Philipsen. Ele é diretor do Centro Early Bird, que inspirou o projeto paulista.

O projeto começa nestas primeiras 10 escolas e no próximo ano letivo, mais 40 unidades de ensino de outras 40 diretorias de ensino oferecerão  as aulas para cerca de 8 mil crianças a partir dos 6 anos.

A parceria com Holanda foi firmada por ser um país referência no ensino do segundo idioma durante a alfabetização.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade