PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Por onde anda? Ator que encarnou Menino Maluquinho nas telas largou a carreira

Personagem é o mais famoso de Ziraldo, cartunista e autor, que morreu no último sábado, 06

7 abr 2024 - 18h22
(atualizado às 21h08)
Compartilhar
Exibir comentários
Samuel Costa: primeiro na infância e depois atualmente
Samuel Costa: primeiro na infância e depois atualmente
Foto: @instagram

O ator Samuel Costa ganhou destaque ao interpretar o Menino Maluquinho nos filmes homônimos do personagem nos anos 1990. Na época, com apenas 9 anos de idade, ele arrastava multidões por onde passava. O rapaz permaneceu dedicado ao mundo da arte até os anos 2000. Com a recente morte de Ziraldo, autor e criador do emblemático personagem, questiona-se: afinal, por onde anda Samuel Costa?

Depois de atuar nos filmes do Menino Maluquinho, em 1995 e 1998, Samuel atuou em algumas produções da Globo. Ele, por exemplo, esteve no elenco da quarta temporada de Malhação (1998), na novela Meu Bem Querer (1998) e na minissérie Aquarela do Brasil (2000). Ele também integrou a Turma do Pererê, exibida na TV Brasil e pela TV Cultura, ambas baseadas em histórias de Ziraldo.

Depois disso, ele resolveu mudar de ramo, ainda dedicado às artes, mas agora por trás das câmeras.  Aos 18 anos, cursou publicidade, trabalhou como estagiário na produtora 02 Filmes, onde conheceu o sócio e, desde 2010, é um dos donos da Blues Filmes, produtora especializada em conteúdo digital.

Na vida pessoal, Samuel costuma ser discreto, mas sabe-se que é casado. Em seu perfil no Instagram, onde tem cerca de 5 mil seguidores, não costuma ser ativo. A última publicação foi em 2022. 

Morre Ziraldo Alves Pinto

Trajetória de Ziraldo: relembre a carreira, personagens famosos e luta política do cartunista Trajetória de Ziraldo: relembre a carreira, personagens famosos e luta política do cartunista

O cartunista morreu, aos 91 anos, no sábado, 6. À TV Globo, a família do artista confirmou a informação. Segundo informado, ele estava dormindo na hora do óbito, em sua residência no bairro da Lagoa, no Rio.

Segundo a assessoria de Ziraldo, ele estava com a saúde debilitada após sofrer três AVCs (acidente vascular cerebral) entre 2018 e 2022, informou a Globonews. A causa da morte não foi divulgada.

Natural de Caratinga (MG), onde passou a infância, Ziraldo veio a se tornar um dos maiores nomes da literatura infantil do País. Desenhista desde a infância, formou-se em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (Ufmg) em 1957. Na década de 1960, se tornou um dos fundadores do O Pasquim, veículo combativo à Ditadura Militar, que vigorou entre 1964 e 1985.

Ziraldo começou a carreira em 1950, na revista Era uma vez..., e se tornou responsável por uma folha de humor no A Folha de Minas, jornal onde publicou seu primeiro desenho, aos seis anos de idade, em 1939.

Em 1960, passou a trabalhar, também, pelo Jornal do Brasil, veículo onde publicava artes políticas. Também, nessa época, passou a escrever histórias em quadrinhos e publicou a primeira revista sobre a Turma do Pererê. Nesse período, também surgiram os personagens Mineirinho, Jeremias, o Bom, e Supermãe. 

Cinco anos depois, com outros humoristas, fundou o semanário O Pasquim, com artes emblemáticas e personagens irreverentes como o Graúna, Ubaldo e os Fradins. Integraram a publicação os artistas Millôr, Henfil, Jaguar, Tarso de Castro, Sérgio Cabral, Ivan Lessa, Sérgio Augusto e Paulo Francis.

Ziraldo chegou a ser preso um dia após o AI-5, baixado em 13 de dezembro de 1968. Na ocasião, foi detido em casa e levado ao Forte de Copacabana. Seu primeiro livro infantil foi publicado em 1969, o FLICTS, e uma década depois, em 1979, se dedicou à literatura infantil. 

Foi quando surgiu O Menino Maluquinho, em 1980, considerado seu maior sucesso e um dos maiores fenômenos editorais brasileiros.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade