PUBLICIDADE

Exemplos de introdução para a redação do Enem

Você sabia que, no Enem, uma introdução com menos de duas linhas pode prejudicar sua redação?

13 out 2022 - 11h07
(atualizado em 21/10/2022 às 19h54)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Juliana Vitória/Reprodução / Guia do Estudante

A introdução de uma dissertação argumentativa é a parte em que é exposta a tese do texto. Isso é igual para todos os vestibulares, inclusive para o Enem. 

A diferença é que no Enem a introdução não pode ter menos de 2 linhas . Introduções com 2 linhas ou menos são consideradas embrionárias - uma forma de dizer que elas não se desenvolveram o suficiente. Como a introdução será avaliada na competência 2, caso ela seja embrionária, sua nota nessa competência não atingirá o máximo. 

Até aí tudo bem, mas…  como desenvolver a introdução, sem enrolar e sem perder o foco?

Boa pergunta! Vem que a gente responde. 

Como fazer uma introdução perfeita para a redação do Enem

Uma introdução ideal para a redação Enem costuma ter as seguintes características:

  • Menciona o tema central;
  • Avisa o leitor de que algumas soluções serão dadas no texto;
  • Comenta brevemente a gravidade do problema em questão.

Essas características podem vir em qualquer ordem, você é quem decide. E não se trata de desenvolvimento: uma introdução de dissertação não é desenvolvida, essa parte vem no meio do texto

Vamos a alguns exemplos do que fazer para deixar sua introdução da redação Enem mais longa, e, de quebra, mais atraente!

  • Contexto histórico-social 

Este é o tipo de introdução mais difundido entre os candidatos , e é por isso que a maioria das redações 1000 que você vê por aí utilizam-se dessa técnica.

Funciona assim: o tema, naturalmente, se enquadra em algum contexto histórico ou social, e mencionar esse contexto vai ajudar o leitor a captar sua mensagem. E sabemos que nada melhor que ajudar o corretor a acompanhar seu raciocínio desde o começo! 

Mas atenção: o que não funciona é citar fatos históricos só por citar, ele  precisa ser o contexto imediato do tema.

Por exemplo, se sua redação fala do trabalho infantil nos dias de hoje, não vale citar a Revolução Industrial que marcou uma mudança nas relações de trabalho! São quase dois séculos de distância no tempo!

Veja um bom exemplo de introdução que se vale da técnica de contexto histórico:

"No século XXI, um fenômeno populacional é evidente no Brasil: a chegada de grandes contingentes imigratórios, com indivíduos de países subdesenvolvidos latinoamericanos. No entanto, as condições precárias de vida dessas pessoas são desafios ao governo e à sociedade brasileira para a plena adaptação de todos os cidadãos à nova realidade."

  • Interrogação 

Nada supera a força de uma pergunta lançada ao leitor! Ela levanta uma curiosidade e anseio pela resposta em seu texto. 

Você pode transformar simples frases em perguntas, de um jeito fácil. Veja este exemplo em que a pergunta embute a própria tese:

"É comum vermos comerciais direcionados ao público infantil. Com a existência de personagens famosos, músicas para crianças e parques temáticos, a indústria de produtos destinados a essa faixa etária cresce de forma nunca vista antes. No entanto, tendo em vista a idade desse público, surge a pergunta: as crianças estariam preparadas para o bombardeio de consumo que as propagandas veiculam?"

Ou este:

"O que explicaria um aumento de 230% no período de 1980 a 2010 no feminicídio no Brasil? Há hipóteses sendo discutidas, felizmente, em grupos políticos e na mídia. Adiantamos que essa problemática persiste por raízes históricas e ideológicas, que detalharemos a seguir."

3. Citação 

O tema da redação fez você lembrar de alguma citação de alguma personalidade conhecida ou então de um trecho de livro? Use a citação na introdução!

Claro que a citação precisa estar 100% relacionada ao que você vai desenvolver em sua redação , não somente ao tema. Citações que são inseridas só para dar "volume" à introdução não servem, e ainda podem resultar em perda de pontos por incoerência!

Esta introdução para uma redação do Enem ajuda a entender:

"Em sua obra 'Os Retirantes', o artista expressionista Cândido Portinari faz uma denúncia à condição de desigualdade compartilhada por milhões de brasileiros, os quais, vulneráveis socioeconomicamente, são invisibilizados enquanto cidadãos. A crítica continua válida nos dias atuais, como se pode notar a partir do alto índice de brasileiros que não possuem registro civil de nascimento. É fundamental discutir o principal entrave que impede que tantas pessoas não se registrem."

4. Crítica 

Criticar costuma ser fácil, ainda mais quando se trata de um problema  social, como é o caso das redações do Enem. 

Mas não seja radical. Critique algo com a intenção de pensar em soluções, e evite criticar somente o governo - geralmente é toda a sociedade que está implicada no problema e ele tem raízes históricas!

A introdução abaixo critica de forma equilibrada um fenômeno que será abordado na redação:

"A globalização levou ao consumismo, que por sua vez atingiu em cheio as crianças, fascinadas pela multiplicidade de itens disponíveis e deseducadas em famílias que não sabem os riscos a que estão submetidas. A regulamentação da publicidade infantil constitui, assim, um fator imprescindível, visando à preservação da integridade mental desse público."

5. Exemplo

Você pode usar um exemplo já na introdução, mas não é do jeito que você está acostumado a fazer no desenvolvimento do texto.

A dica é iniciar a introdução com o exemplo logo de cara . É assim que esse exemplo vai fisgar a atenção do leitor para o assunto, automaticamente. Em seguida, entre no assunto normalmente. 

Vamos mostrar como esta introdução de uma redação nota mil do Enem, adaptada, ficaria mais atraente com um exemplo:

"130 mortes violentas por dia, 30% da população ganhando menos de 500 reais por mês. Mesmo diante dessa triste realidade do Brasil, boa parte parece não se constranger, preferindo fingir que nada está ocorrendo. É preciso que a sociedade se posicione frente à ética nacional, de forma a honrar seus direitos e valores humanos e, assim, evitar o pior."

Acreditamos que com esses exemplos de introdução para a redação do Enem você poderá iniciar seu texto de forma mais criativa e se diferenciar da maioria!

Este texto é fruto de uma parceria entre o GUIA DO ESTUDANTE e o Redação Online, plataforma de correção de redações. Por meio dela, você envia suas redações e recebe as correções detalhadas, de acordo com cada competência, em até 3 dias úteis! Garanta aqui o seu pacote com 20% de desconto usando o cupom GUIADOESTUDANTE20.

Guia do Estudante
Compartilhar
Publicidade
Publicidade