PUBLICIDADE

10 dicas para se preparar para a redação do Enem

Investir tempo e esforço nos estudos é um passo fundamental para maximizar o desempenho

26 fev 2024 - 19h01
Compartilhar
Exibir comentários

A redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) desempenha um papel crucial na avaliação dos participantes, refletindo a importância atribuída à habilidade de expressão escrita no contexto educacional. Essa prova não apenas avalia a capacidade do estudante de organizar ideias e argumentos, mas também busca verificar sua competência na aplicação das normas gramaticais e no desenvolvimento de uma análise crítica sobre temas de relevância social.

Entender os critérios de avaliação ajuda na hora de praticar a escrita
Entender os critérios de avaliação ajuda na hora de praticar a escrita
Foto: Gorodenkoff | Shutterstock / Portal EdiCase

Por isso, Julia Ferreira, coordenadora de redação da plataforma Redação Nota 1000, lista 10 dicas para que você consiga se preparar para a redação do Enem. Confira!

1. Estude e compreenda o formato da redação do Enem

Familiarize-se com os critérios de avaliação como Língua Portuguesa, abordagem temática, coesão, coerência, argumentação e proposta de intervenção. Entendendo melhor o que é cobrado na prova, você conseguirá ser assertivo em seus estudos e se adequar às expectativas da banca.

2. Leia e analise exemplos de redações nota 1000

Veja redações exemplares de anos anteriores para compreender a estrutura e os elementos essenciais de uma boa redação. Com isso, você terá uma visão mais clara do que pode ser melhorado em seu texto para chegar à nota máxima.

3. Estude temas atuais

Mantenha-se atualizado sobre os acontecimentos e debates contemporâneos para estar preparado para escrever sobre diversos temas. Na redação do Enem, são cobrados assuntos referentes ao Brasil, então, compreender o que ocorre no país e as problemáticas associadas a isso contribui para que você tenha domínio sobre o tema e possa escrever com propriedade sobre ele.

4. Pratique a produção textual regularmente

Dedique tempo diário para escrever textos, seja sobre temas do cotidiano ou propostos em simulados. Com a prática, além de aprimorar e lapidar aspectos de Língua Portuguesa e enriquecer o seu vocabulário, você ainda consegue trabalhar a argumentação e melhorá-la. Lembre-se de que a prática leva à perfeição.

Busque auxílio dos professores para corrigir as redações e simulados
Busque auxílio dos professores para corrigir as redações e simulados
Foto: Drazen Zigic | Shutterstock / Portal EdiCase

5. Peça feedback

Busque opiniões de professores sobre suas redações, identificando pontos fortes e áreas de melhoria. Unificando a prática com feedbacks, você pode melhorar eventuais pontos fracos e ainda compreender os seus pontos fortes para usá-los a seu favor no momento de elaborar o texto.

6. Reveja aspectos da norma culta

Realize uma revisão gramatical de seus textos, o que pode ser feito também com o auxílio de professores. A partir dos desvios identificados, procure revisar as regras ou palavras que causaram dúvidas, o que leva a um uso mais seguro do registro formal da língua, contribuindo para evitar desvios que possam diminuir sua nota no exame.

7. Simule o contexto de prova

Procure redigir ao menos parte de seus textos em uma situação similar à do dia da aplicação da prova, o que inclui ficar sem acesso a aparelhos eletrônicos e a anotações e também responder a outras questões em um tempo limitado. Desse modo, você criará mais familiaridade com a situação da prova e, além disso, observará, por exemplo, se prefere fazer a redação antes ou depois do restante do exame ou quanto tempo deve reservar para cada etapa.

8. Treine a construção de argumentos

Uma boa redação deve ser fundamentada em argumentos bem desenvolvidos e apoiados por evidências. Dessa maneira, é importante que você pratique a habilidade de defender seu ponto de vista, a qual é imprescindível à redação do ENEM.

9. Amplie seu repertório cultural

O ato de ler, assistir a filmes e séries e consumir cultura de outras formas, além de contribuir para sua formação como indivíduo, pode enriquecer sua redação. Ampliar seu repertório cultural permite enxergar tópicos sociais sob uma nova ótica e proporciona mais opções de referências sobre diversos temas para aplicar em suas redações. Uma dica extra é registrar dados, informações e exemplos que possam se relacionar a problemas contemporâneos no Brasil, pois esses podem corroborar seus argumentos.

10. Revisar e reescrever

Para melhorar a produção de escrita ao longo do tempo, é importante que você revise o seu texto, identificando os problemas e os méritos dele. Os ciclos de revisão e reescrita são oportunidades de aprendizado contínuo, pois possibilitam a identificação de áreas em que você pode melhorar e desenvolver suas habilidades de escrita ao longo do tempo.

Com isso você pode tornar mais claras e concisas as partes do texto que podem estar confusas ou mal formuladas. Treinando a veiculação das ideias de maneira mais eficaz. Além disso, com essa prática, você corrige os erros e aprimora o seu estilo de escrita, aperfeiçoando a sua produção textual.

Por Julia Vitorazzo

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Publicidade