0

UNISAL mobiliza alunos para contar histórias infantis no YouTube

Iniciativa convida estudantes para gravarem vídeos e disponibilizarem às crianças por meio do canal da instituição

21 mai 2020
15h57
atualizado às 18h12
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Disposto a trazer mais alegria às crianças durante a reclusão do isolamento social provocado pela pandemia de COVID-19, o Centro Universitário Salesiano de São Paulo - UNISAL mobiliza seus alunos para uma iniciativa diferente: contar histórias infantis por meio do seu canal oficial no YouTube.

O projeto #UNISALemAção convida os alunos de todas as unidades e campi, independentemente do curso, para gravarem vídeos com a narração de histórias e fábulas infantis. Cada história aprovada pela instituição vale dez horas de atividades complementares no histórico do aluno.

Não há requisito prévio de participação - apenas a manifestação positiva do estudante. A partir daí, eles recebem um tutorial com todas as recomendações de gravação, como cenário, formato de arquivo e compartilhamento. Os interessados têm liberdade para escolher a obra a ser narrada, além de utilizar fantasias e paramentos.

Até o momento, a iniciativa já possui 12 histórias gravadas, como "O Vestido Azul", de Sandra Aymone, e o clássico "O Pequeno Príncipe", de Antoine de Saint-Exupéry. Entretanto, o objetivo é expandir esse número com a participação de estudantes de outras cidades. Cada história vai ter o tempo médio de 5 a 20 minutos.

A iniciativa é da professora Marta Mancini, coordenadora do curso de Pedagogia no campus Maria Auxiliadora, em Americana, e do diretor Marcelo Scudeler, diretor da unidade. O objetivo era pensar em ações que a instituição de ensino poderia fazer para reduzir os impactos do novo coronavírus na sociedade.

"Propus aos alunos via WhatsApp que pensassem em alguma ação que pudesse contribuir para a sociedade neste período de isolamento social. Eles manifestaram o interesse em construir um projeto de contação de histórias para crianças", explica a professora Marta Mancini.

Os estudantes interessados podem entrar em contato no e-mail nara.maciel@unisal.br para pegar mais informações sobre o tutorial de gravação da história.

Veja também:

'Sou acusada de sequestrar meu próprio filho branco adotado'
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade