2 eventos ao vivo

Os avanços tecnológicos e os desafios do novo mercado contábil

O mercado contábil passa por transformações que precisam ser assimiladas pelos empreendedores.

2 abr 2020
12h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A transformação digital impacta os diferentes setores, inclusive o mercado contábil. A especialização vai determinar o futuro, assim como a capacidade de relacionamento e de análise de gestão. Isso é o que uma pesquisa da Ernst & Young sinaliza.

Foto: DINO / DINO

A lista inicial apontava que os contadores deveriam sumir até 2025. O motivo era a automação dos cálculos e a possibilidade de integração das informações entre órgãos públicos e privados. Em uma retratação, a consultoria retirou a profissão do rol.

Na segunda versão, destacou que a contabilidade vai mudar e se tornará mais estratégica, mas não desaparecer. O que representa a realidade e como se preparar para esse novo cenário?

A importância de entender os desafios do novo mercado contábil

A análise da Ernst & Young ainda destacou que 27% das empresas acreditam estar preparadas para as transformações. Além disso, menos de 50% delas têm os profissionais certos para assumirem posições críticas.

Pensar sobre o cenário de sua empresa e entender os obstáculos que precisa enfrentar é o caminho para o sucesso. Foi o que o CEO da WeCont, Guilherme Brant, fez. "Em março de 2018, eu entrei na gestão do escritório e comecei a conhecer mais sobre o mercado contábil, o que estava acontecendo e qual era o futuro dele. Ali, eu enxerguei que a contabilidade tradicional não tinha mais sentido, por conta da constante mudança tecnológica e o novo perfil do empreendedor ", destaca.

A mesma situação é verificada em diferentes empresas do mercado. A partir disso, é preciso traçar estratégias novas e criar um propósito claro. Brant ainda relata que usar exemplos de empresas e empreendedores de sucesso ajuda nesse quesito. Dessa forma, fica mais fácil elaborar um plano e colocá-lo em prática.

Além disso, entender os desafios da contabilidade ajuda a levar para o cliente as práticas mais modernas do mercado de gestão de empresas. O resultado é o fortalecimento da marca e o posicionamento como referência.

"Nós acreditamos muito que o mercado contábil está mudando bastante e que muitas empresas acabam se prejudicando por optarem pela contabilidade online pura e simples, que cobra um preço barato. Você economiza dinheiro agora — e esse é o pensamento de curto prazo —, mas isso afeta seu crescimento no longo prazo. Você tem acesso a um serviço que não é o melhor, não tem dados gerenciais sobre a sua empresa e não adquire conhecimento de gestão que uma consultoria pode trazer", reforça o CEO da WeCont.

Quando a empresa deixa de trabalhar com a contabilidade a seu favor, a tendência é de problemas na gestão. Segundo um relatório do Sebrae, de cada 4 empresas abertas, 1 encerra as atividades antes de fechar 2 anos de existência. Entre os fatores comuns para esse resultado negativo, segundo estudo da CB Insights, estão:

        - não satisfazer as necessidades do mercado: 42%;
        - ficar sem dinheiro: 29%;
        - trabalhar com a equipe errada: 23%;
        - perder para a concorrência: 19%;
        - ter problemas de preço e/ou custo: 18%.

Com a contabilidade adaptada para o novo mercado contábil, é mais fácil ultrapassar esses problemas. Para isso, é preciso implementar mais que o modelo 4.0. É necessário atuar como consultoria e se manter atualizado com as boas práticas do mercado.

"Eu diria que menos de 10% dos contadores, talvez, estejam preparados, estudando o mercado, fazendo cursos, vendo o que acontece lá fora. Para que a gente entregue mais valor para o cliente e ele veja que realmente a contabilidade é uma ótima forma de ajudar na gestão das empresas, é preciso partir para a consultoria", ressalta Brant.

Foi com essa análise que a WeCont abriu uma área interna de recursos humanos e, hoje, realiza o processo de recrutamento e seleção para os clientes. Percebendo a dificuldade deles de contratar colaboradores, essa foi uma das formas de se destacar e atender às demandas do mercado.

5 desafios do novo mercado contábil

A melhor forma de atualizar os processos e conquistar bons resultados é descobrir os desafios da contabilidade e agir de maneira proativa. Por isso, estes são os 5 principais obstáculos a serem superados nesse mercado.

1. Levar para o cliente as práticas mais modernas do mercado contábil

O cliente precisa ver valor agregado no serviço prestado. Por isso, mais que oferecer a contabilidade online ou realizar algumas atividades, é importante ter dados gerenciais e saber como crescer.

"As contabilidades que não estão atentas a esses desafios não conseguem ajudar no crescimento das empresas, e a gente sabe que, no Brasil, é difícil empreender. Então, se você não tiver uma ajuda especializada, realmente fica complicado", relata Brant.

2. Lidar com as novas tecnologias

Os escritórios precisarão ir além da contabilidade online. Há muitas tecnologias surgindo. Nesse momento, é preciso automatizar os processos, reduzindo custos, e desenvolver os colaboradores para que se tornem consultores.

De qualquer forma, a expectativa é que os processos contábeis usem da inteligência artificial. As assistentes virtuais, por exemplo, devem trazer mais agilidade ao uso das informações gerenciais.

Conforme o CEO da WeCont, "os processos que eram manuais, agora são automatizados, e nós conseguimos contabilizar de forma mais rápida, mas eu acredito que, em pouco tempo, nós vamos ter a ajuda das assistentes virtuais, que por comando de voz, vão dar todas as informações gerenciais que as empresas precisam ter instantaneamente".

3. Atualizar os conhecimentos

Os contadores brasileiros não estão preparados para a transformação digital. O perfil mais técnico do profissional de antigamente ainda predomina, mas é necessário reverter o cenário. Tanto é que foi criada a Norma Brasileira de Contabilidade PG 12 (NBCPG 12).

A diretriz trata da educação profissional continuada e abrange as áreas multidisciplinares, habilidades técnicas, relacionamento e padrões éticos. Cabe aos contadores seguirem as regras do mercado para ofertarem valor aos clientes.

4. Alinhar o tripé processos, pessoas e tecnologia

Esses são os grandes pilares da transformação digital, inclusive para o mercado contábil. É necessário alinhar, mapear e melhorar os processos. O setor tradicional já fazia isso de forma manual, mas é preciso acompanhar as novas tecnologias e utilizá-las.

Assim, é possível aprimorar os serviços oferecidos e melhorar o ambiente interno do escritório. Afinal, as empresas contábeis que cresceram e têm um bom número de clientes precisam dos colaboradores — e se torna fundamental implementar uma boa gestão de pessoas e processos.

5. Melhorar a gestão contábil

O escritório precisa estar funcionando bem dentro desse novo contexto. As pessoas precisam ser produtivas e estarem felizes, e mais que isso, precisam estar alinhados com o propósito da empresa. Trabalhe com a saúde física e mental dos colaboradores, e invista em ações de endomarketing ao longo do ano.

Na WeCont, por exemplo, a ioga é oferecida aos colaboradores, a fim de melhorar a saúde mental e física. Ainda existe a sala de descompressão para os profissionais se desestressarem durante o dia.

"Eu acho que tudo isso é muito importante para que nós consigamos fazer com que eles trabalhem melhor e, principalmente, não adianta só eles estarem felizes e com saúde mental boa, eles têm que ter qualidade técnica também. Então, treinamento e desenvolvimento é tão importante quanto", reforça Brant.

Os desafios do mercado contábil vão muito além do uso da tecnologia. Por mais que seja necessário adotar as novas ferramentas, o profissional precisa estar preparado. Esse é o segredo para o alcance da vantagem competitiva e destaque no mercado.

Website: https://wecont.net/



Website: https://wecont.net/

Veja também:

'Sou acusada de sequestrar meu próprio filho branco adotado'
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade