1 evento ao vivo

O que leva empreendedores brasileiros a desbravar o Vale do Silício?

Entenda por que empreendedores de todo Brasil buscam inspiração para inovar e transformar seus negócios no Vale do Silício.

31 out 2017
09h38
  • separator
  • comentários

A resposta pode parecer óbvia. Afinal, é lá que estão as mentes inovadoras e as novidades tecnológicas. Mas, mais que conhecimento e inspiração, os brasileiros têm encontrado na baía de São Francisco um espaço de troca e compartilhamento. É o que descobriram os participantes da 10ª Missão Internacional de Negócios do Vale do Silício que, no mês de setembro, reuniu 16 brasileiros para uma imersão entre startups, grandes corporações e bate-papos enriquecedores com pessoas que conquistaram o sucesso no mundo dos negócios.

Foto: DINO

Compunham o grupo empresários de áreas como comunicação, informática, e-commerce e contabilidade, todos com um sentimento em comum: o interesse pelo novo.

"Eles chegam lá pensando que o que mais os impactará serão robôs e alta tecnologia e, no último dia, percebem que a tecnologia é o meio, a plataforma, a ferramenta para o sucesso, porém é o ser humano que faz tudo acontecer", analisa André Bianchi, um dos organizadores da Missão.
O próprio André, que hoje está à frente dos grupos, adquiriu muitos de seus conhecimentos nessas viagens, que já somam mais de 30 idas aos Estados Unidos. O aprendizado lhe proporcionou consolidar o nome da IIN - Imersão Internacional de Negócios, empresa da qual é fundador e Diretor de Negócios. Agora, por meio das missões, ele também divide o que aprendeu.

O Vale funciona em sintonia com as relações da internet. E, se no mundo on-line o conhecimento compartilhado está em alta, por lá não poderia ser diferente. A IIN, que organiza o roteiro, tem parceria com várias empresas, dentre elas a Be Bold, liderada por Susi Helen e a Silicon House, por Andrea Litto. Os contatos viabilizam uma experiência enriquecedora para os participantes. Quem chega disposto a aprender, volta com as ideias renovadas.
"É muito interessante observar a transformação do grupo no decorrer das atividades. A cada experiência e no contato próximo com os empreendedores de lá, os participantes vão adquirindo um novo mindset para seus negócios e isso acaba impactando de forma positiva não só sua empresa mas todo o ecossistema com que se relacionam", observa Pedro Gadelha, um dos idealizadores da Missão.
 
Para Ana Paula Ruschel, empresária da Oficina das Palavras, do ramo de comunicação, o sentimento de identificação com o universo do Vale do Silício foi imediato.
"Acreditei que iria visitar empresas de grande porte e lá teria uma grande sacada. O que a gente encontrou aqui foi uma visita a empresas com dia a dia similar ao nosso, com rotina profissional similar à nossa e com ideias que a gente pode implementar e inclusive superar", observa.

Roteiro pelo Vale do Silício
A imersão baseia-se em quatro linhas de observação: mindset (a mentalidade adotada pelos empreendedores do Vale para fazer negócios); networking (o relacionamento entre possíveis parceiros locais e regionais); novas oportunidades; e inovação e tendências.
"Saio daqui transformada, minha mente fervilhando, meu caderno cheio de anotações e com certeza volto mais preparada pra espalhar minha missão no Brasil, porque mudei minha mentalidade aqui", avalia Rayani Immediato, da Sociedade Brasileira de Dublagem.

A programação é intensa. São 5 dias de atividades, com direito a workshop, bate-papos, visita à Universidade de Stanford, renomada instituição de ensino e pesquisa. A pesquisa, aliás, entra no debate e o grupo pondera sobre a importância da união entre setor acadêmico, startups e grandes corporações.

Nesta 10ª edição da Missão Internacional de Negócios do Vale do Silício, os participantes conversaram com Camila Farani, presidente da Gávea Angels, um dos maiores grupos de investimentos do Brasil. Camila é investidora anjo do reality show de sucesso Shark Tank Brasil e ministrou um workshop exclusivo para o grupo sobre elementos fundamentais para o sucesso do negócio. Bruno Solis, da Salesforce - gigante de vendas com faturamento anual acima de 5 bilhões de dólares - levou os participantes a conhecerem a dinâmica de ser funcionário no Vale do Silício. Solis leva no currículo passagens por companhias como Apple e Newrelic. Quem também compartilhou sua vivência na Califórnia foram os empreendedores Ricardo Agostinho, da área de T.I; e Rafael Ferraz, que lidera a startup Konker em São Francisco.

Fernando Figueiredo, da APEX, tratou de assuntos relacionados à entidade e como ela pode ajudar empresas brasileiras no Vale do Silício. A Startup Asteroides.tv também entrou para o roteiro. Os participantes passaram pela Babel Ventures, onde conversaram com Barbara Minuzzi.

Na Startup OneSkin, em bate-papo com a empreendedora Carolina Oliveira, o foco foi o comportamento empreendedor associado a pesquisas e inovação. Na Tesla Show Room, fundada pelo visionário Elon Musk, o grupo fez uma imersão no universo dos veículos inovadores. Na GooglePlex, complexo de edifícios que forma a sede da empresa Google, acompanharam temas relacionados ao ambiente de trabalho, recrutamento e questões salariais.
 
As inovações tecnológicas também tiveram seu espaço. Na Eatsa, os participantes conheceram o restaurante que funciona sem recepcionistas e garçons. No Café X, tiveram a oportunidade de observar robôs que servem café. E as promessas com ar futurista não ficam somente no campo da prestação de serviços: o aplicativo Youper, apresentado pelo líder da startup Youper Thiago Marafom, funciona como um terapeuta digital, baseado em inteligência artificial, que ajuda pessoas a superarem ansiedade social. O roteiro incluiu, por fim, o workshop de Design Thinking. No total foram mais de 23 atividades.

A tecnologia surpreendeu e inspirou, mas foi o compartilhamento de saberes que deixou marcas em cada um que esteve presente na Missão.
 
"Saio daqui com uma nova maneira de analisar o meu negócio e uma nova maneira de pensar à frente. Eu saio daqui empoderada e extremamente motivada a estar aqui em breve sendo outro case de sucesso brasileiro", avalia Ana Paula.

Para participar da próxima Missão de Negócios do Vale do Silício acesse: www.missaonovaledosilicio.com.br.
Para os empreendedores brasileiros interessados em dar os primeiros passos rumo ao Vale do Silício, essa é uma ótima notícia.
"Acreditamos que assim estamos no caminho para realizar nossa missão, que é transformar o empreendedorismo no Brasil", conclui Pedro



Website: http://www.missaonovaledosilicio.com.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade