5 eventos ao vivo

Movimento Benedito: pré-carnaval com Nação Zumbi, Chama o Síndico, Atípica de Lhamas e Pena de Pavão

O evento é uma saudação de boas-vindas ao carnaval; o primeiro lote está à venda por R$ 30 no Sympla

6 fev 2019
10h20
  • separator
  • 0
  • comentários

O Benedito é um movimento carnavalesco para dar boas-vindas à maior manifestação cultural popular do país, o carnaval. E este ano não será diferente. No dia 09 de fevereiro, sábado, a partir das 20h, o Movimento Benedito traz Nação Zumbi, Chama o Síndico, Orquesta Atípica de Lhamas e Pena de Pavão de Krishna na Serraria Souza Pinto (Av. Assis Chateaubriand, 899, Centro). Os ingressos estão à venda por R$ 30,00 (1º lote) no Sympla e nos pontos de venda Laicos, Mi Corazón e Estação Carnaval.

Foto: Chama o Síndico / DINO

A proposta do Movimento Benedito é realizar uma festa com liberdade musical, simplicidade e essência. "O Bené, como a festa é conhecida, é um movimento carnavalesco para inspirar, consagrar e receber o carnaval de braços abertos. É uma festa para celebrar os encontros e ao mesmo tempo expandir a consciência e a reflexão sobre o futuro para um carnaval mais leve e sustentável para BH", conta Bell Magalhães, sócia da produtora A Macaco, uma das realizadoras do evento.

Para Marco Sassen Panerai, do Jângalove, um dos produtores do evento, o Movimento Benedito valoriza a identidade brasileira e é uma mistura de sons. "É um momento de brindar a liberdade de expressão e a diversidade, ao lado de pessoas que se respeitam, andam juntas e constroem, de forma evolutiva, um movimento gigantesco que é o carnaval. O Benedito é um mix de sonoridade e este ano temos o rock do Nação Zumbi, os clássicos de Tim Maia e Jorge Ben com o Chama o Síndico, a cumbia da Orquestra Atípica e a cultura indiana do Pena de Pavão".

O Movimento Benedito é realizado pelas produtoras A Macaco e Jângalove. É apresentado pela Budweiser e a classificação é 18 anos.

Staff inclusivo
Com a proposta de dar oportunidades para pessoas que geralmente não conseguem espaço no mercado de trabalho, a produtora A Macaco Indústria Criativa inclui, na contratação de seu Staff, transexuais. E no Movimento Benedito não será diferente. "É um trabalho que realizamos há algum tempo. Damos oportunidades para pessoas que geralmente não conseguem uma colocação de trabalho integrar-se ao staff do evento. Contratar transexuais é uma maneira de mostrar que todos somos bem-vindos em qualquer atividade", ressalta Bell Magalhães.

Os trans selecionados e treinados passam a fazer parte do Staff da produtora onde a identidade de gênero do transexual é respeitada. "Sabemos que somos uma gota no oceano quando se fala de empregabilidade para pessoas transgêneras no Brasil, mas esta é a forma que encontramos de combater o quadro de exclusão enfrentado por esta parcela da população", completa Magalhães que já viu casos de trans que atuaram em seus eventos e depois tiveram oportunidade de trabalho e emprego a partir do conhecimento ali adquirido. "Queremos que mais empresas e empresários se sintam à vontade para construir um ambiente que zele pela oportunidade das pessoas serem quem são", completa.

Além de proporcionar a oportunidade de trabalho, A Macaco também oferece um treinamento com o intuito de preparar os profissionais para trabalharem no evento, a capacitação é realizada na sede da produtora. O staff inclusivo formado pelos transexuais vai trabalhar na bilheteria, nos bares e na portaria do Movimento Benedito bem como no atendimento ao público.



Website: https://www.sympla.com.br/precarnavalbh

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade