0

JDE Peet's informa fortes resultados no primeiro semestre de 2020

6 ago 2020
03h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Mensagem de Casey Keller, CEO da JDE Peet's

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20200805006131/pt/

"A JDE Peet's apresentou um forte desempenho no primeiro semestre de 2020, demonstrando a resiliência de nossos negócios e marcas, apesar da ruptura econômica e social sem precedentes da Covid-19. Nosso portfólio equilibrado de café e chá permitiu que nos adaptássemos rapidamente às rápidas mudanças nos hábitos de consumo, acompanhando a mudança dinâmica das xícaras do ambiente longe de casa para o ambiente doméstico. No início da crise, nossa equipe tomou medidas proativas para garantir a saúde e segurança dos funcionários em todo o mundo, e proteger nossas operações comerciais, permitindo-nos continuar a servir os clientes e consumidores sem interrupção do fornecimento. Apesar de um ambiente volátil, conseguimos um crescimento muito forte do EBIT ajustado, refletindo nosso foco puro de atuação, bem como uma abordagem disciplinada da gestão de custos. Além disso, estamos no bom caminho para atingir nosso objetivo de desalavancagem. A partir de junho, presenciamos uma boa recuperação em nossos negócios fora de casa,àmedida que os mercados locais começam a se recuperar dos lockdowns. Nossa forte carteira de produtos e canais nos posiciona de forma única para continuar a ganhar participação de mercado,àmedida que atendemos às necessidades e oportunidades de nossos clientes e consumidores em todo o mundo."

Perspectivas

No primeiro semestre de 2020, a JDE Peet's foi afetada pelo surto da pandemia da Covid-19, que levou a circunstâncias sem precedentes para nossa empresa, funcionários, clientes e fornecedores. Durante toda a crise, nosso foco principal permaneceu o mesmo: a garantia da saúde e segurança dos funcionários e a manutenção da continuidade dos negócios. Nossa empresa e a categoria mais ampla de café e chá continuaram a mostrar forte resiliência durante o auge da crise da Covid-19, apesar da incerteza econômica global. Nossa rede global de fabricação e fornecimento, combinada com um grande portfólio de marcas confiáveis e nossa forte e diversificada abordagem de entrada no mercado, significa que estamos bem posicionados para resistir a incertezas econômicas futuras.

Enquanto a incerteza permanece sobre as implicações futuras que a Covid-19 pode ter nos mercados globais, temos visto sinais positivos de melhoria a partir de junho, quando os mercados começaram a reabrir. Assumindo que esta tendência continue, esperamos um crescimento orgânico positivo nas vendas para o ano fiscal de 2020. Também esperamos que nosso crescimento do EBIT ajustado para o ano fiscal de 2020 esteja dentro de nossa faixa de médio a longo prazo de 5% a 8% com o aumento do marketing e das promoções no segundo semestre. Estamos no bom caminho para reduzir nossa alavancagem para menos de 3x a dívida líquida para o EBITDA ajustado até o final do primeiro semestre de 2021.

1 O lucro subjacente (por ação) exclui todos os itens de ajuste (líquido de impostos). Mais informações podem ser encontradas nas Demonstrações Financeiras Interinas. Os dados por ação são baseados em um número médio pro forma de ações de 499 milhões.

Atualização da Covid-19

Desde o início da pandemia da Covid-19, tomamos medidas proativas e preventivas para garantir a saúde e a segurança de nossos funcionários, e proteger a continuidade dos negócios. Através de nossas marcas, também doamos mais de 20 milhões de xícaras de café e chá para o setor de saúde e bancos de alimentos.

As medidas tomadas pelos governos de todo o mundo para reduzir o surto resultaram em uma mudança notável no consumo de café e chá de fora de casa para dentro de casa, e em um aumento significativo nas vendas através do comércio eletrônico. Essas tendências apoiaram o desempenho na maioria de nossos negócios da CPG — mais notadamente nos mercados desenvolvidos — mas tiveram um impacto negativo no desempenho de nossas operações fora de casa. Em toda a empresa, os meses de abril e maio foram os que sofreram maior impacto. A partir de junho, temos visto uma boa recuperação em nossos negócios fora de casa.

Nossas equipes continuam a monitorar de perto a evolução da pandemia - e as mudanças relacionadas ao comportamento do consumidor que ela desencadeia - para assegurar que acompanhamos a demanda dos clientes e consumidores e ajustamos nossas operações de acordo.

Análise Financeira Semestral de 2020

em € milhões

Semestre

Orgânico

(salvo indicação em contrário)

2020

2019

alteração

alteração

Vendas

3.236

3.332

-2,9

%

-1,1

%

EBIT ajustado

642

588

9,1

%

10,5

%

Lucro subjacente para o período

393

351

12,0

%

-

Lucro por ação subjacente1.2 (€)

0,79

-

-

-

Lucro por ação relatado (€)

0,44

-

-

-

1 Ganhos subjacentes (por ação) excluem todos os itens de ajuste (líquidos de impostos)

2 Com base em um número médio de ações pro forma de 499 milhões

No primeiro semestre de 2020, as vendas totais diminuíram 1,1% em termos orgânicos. As vendas da CPG continuaram a crescer entre segmentos, compensando em grande parte o impacto que a Covid-19 teve em nossos negócios fora de casa, o que representa aproximadamente 25% do total de vendas. O crescimento das vendas orgânicas reflete um volume/composto de -0,9% e -0,2% no preço. As aquisições líquidas aumentaram as vendas em 0,1% enquanto as divisas estrangeiras tiveram um impacto negativo de 1,8%. As vendas totais declaradas diminuíram em 2,9% para € 3.236 milhões.

O EBIT ajustado aumentou organicamente em 10,5% para € 642 milhões, impulsionado pelo crescimento de dois dígitos nos três segmentos da CPG e Peet's, compensado por um declínio no segmento Fora de Casa. Incluindo os efeitos das mudanças de câmbio e escopo, o EBIT ajustado aumentou em 9,1%.

O lucro subjacente — excluindo itens não recorrentes — aumentou 12,0%, para € 393 milhões devido a um lucro operacional maior, que foi parcialmente compensado por maiores encargos tributários. O fluxo de caixa livre de € 402 milhões incluiu custos relacionadosàoferta pública inicial e níveis mais altos de estoque necessários para manter a continuidade do fornecimento durante a crise da Covid-19.

A alavancagem líquida melhorou para 3,4x da dívida líquida para o EBITDA ajustado de 4,2x no final do ano fiscal de 2019. Continuamos a fazer progressos significativos em nossa prioridade de desalavancagem e estamos no caminho certo para reduzir nossa alavancagem abaixo de 3,0x até o final do primeiro semestre de 2021.

Nossa posição de liquidez continua forte, com uma liquidez total de € 1.222 milhões consistindo de uma posição de caixa de € 504 milhões e linhas de crédito rotativo (revolving credit facility, RCF) comprometidas disponíveis de € 718 milhões.

Análise financeira semestral de 2020 — Por segmento

em € milhões

Vendas

Orgânico

Informado

EBIT ajustado

Orgânico

(salvo indicação em contrário)

Semestre 2020

Crescimento

Crescimento

Semestre 2020

Crescimento

Crescimento

CPG Europa

1.652

4,7

%

3,7

%

558

16,3

%

15,8

%

CPG LARMEA

492

6,3

%

-3,1

%

109

34,4

%

25,3

%

CPG APAC

308

0,1

%

-1,1

%

69

74,4

%

64,3

%

Peet's

435

-0,8

%

1,8

%

50

18,2

%

28,2

%

Fora de Casa

336

-29,5

%

-29,8

%

(8

)

n.a.

n.a.

Total JDE Peet's1

3.236

-1,1

%

-2,9

%

642

10,5

%

9,1

%

1 Inclui € 13 milhões de vendas e € (136) milhões de EBIT ajustado que não são alocados para os segmentos

CPG — Europa

O crescimento orgânico consistiu em 5,2% de crescimento em volume/composto que foi parcialmente compensado por um efeito de preço de -0,5%. Este efeito positivo de volume/mistura foi em grande parte impulsionado pelo sucesso contínuo de nossas ofertas de Grãos e Porções Individuais, bem como pelo aumento do consumo em casa devidoàmudança no comportamento do consumidor durante os lockdowns da Covid-19. As vendas declaradas aumentaram em 3,7% para € 1.652 milhões, incluindo um impacto cambial de -1,0% principalmente devidoàdepreciação da coroa norueguesa e do zloti polaco. O EBIT ajustado aumentou organicamente em 16,3% para € 558 milhões no primeiro semestre de 2020, impulsionado por maiores vendas e menores despesas durante a crise da Covid-19.

CPG — LARMEA

O crescimento orgânico foi impulsionado por um crescimento de volume/composto de 7,0%, que foi ligeiramente compensado por um efeito de preço de -0,8%. O efeito volume/composto foi impulsionado por um forte crescimento contínuo nas ofertas de Porções Individuais e Instantâneos liofilizados. As vendas declaradas diminuíram em 3,1% para € 492 milhões, incluindo um impacto cambial de -9,4%, impulsionado pela depreciação do real brasileiro, do rublo russo, da lira turca e do rand sul-africano. O EBIT ajustado aumentou organicamente em 34,4% para € 109 milhões no primeiro semestre de 2020, impulsionado principalmente por maiores vendas e menores despesas.

CPG — APAC

O crescimento orgânico consistiu de um efeito volume/composto de -0,2%, compensado por um efeito preço positivo de 0,3%. Austrália, Nova Zelândia e China registraram um forte crescimento dentro de casa durante a crise da Covid-19. Os negócios fora de casa foram um desafio durante os lockdowns da Covid-19. As vendas declaradas diminuíram em 1,1% para € 308 milhões, o que incluiu um impacto cambial de -1,2% relacionadoàdepreciação do dólar australiano, do dólar neozelandês e do dólar de Singapura. O EBIT ajustado aumentou de forma orgânica em 74,4% para € 69 milhões no primeiro semestre de 2020, em grande parte refletindo despesas operacionais menores e uma base de comparação branda.

Peet's

O crescimento orgânico consistiu de um efeito volume/composto de -4,1% e um efeito preço de 3,4%. O negócio CPG da Peet's proporcionou um forte crescimento das vendas orgânicas de dois dígitos, impulsionado pela mudança para o consumo em casa e pela popularidade das ofertas de Grãos de primeira qualidade da Peet's, ofertas de serviços de moagem e porções individuais. As vendas nas lojas de café e nos negócios fora de casa foram significativamente afetadas pelo regime de lockdown da Covid-19. No final de junho, a maioria das lojas de café estava aberta com coleta, entrega e serviço interno limitado. O EBIT ajustado aumentou de forma orgânica em 18,2% para € 50 milhões no primeiro semestre de 2020, em grande parte impulsionado pelo crescimento da CPG e pela transição do negócio do café pronto para beber para uma parceria de licenciamento com a Keurig Dr. Pepper.

Fora de Casa

O declínio das vendas orgânicas foi impulsionado pelo volume/mistura de -27,3% e um efeito de preço de -2,1%. O segmento Fora de Casa foi significativamente afetado pela Covid-19. Muitos canais de clientes foram fechados - incluindo escritórios, educação, BaReCa (Bares, Restaurantes, Cafés), viagens e turismo. O serviço limitado foi mantido quando possível em nossas lojas de café com coleta e entrega. Em toda a empresa, os meses de abril e maio foram os mais gravemente afetados pelas restrições do regime de lockdown. Entretanto, a partir de junho, quando as restrições foram gradualmente levantadas em todos os mercados, notamos uma boa recuperação. As vendas declaradas diminuíram em 29,8% para € 336 milhões, incluindo um impacto cambial de -1,0% e 0,7% relacionado a mudanças de escopo. O EBIT ajustado diminuiu de € 89 milhões no primeiro semestre de 2019 para € (8) milhões no primeiro semestre de 2020 devido ao declínio nas vendas. Implementamos licenças e demissões temporárias para reduzir os custos operacionais e de mão de obra. As economias nas despesas operacionais foram compensadas por provisões de inadimplência.

Outras informações

Conclusão bem-sucedida da OPI

Em 29 de maio de 2020, a empresa foi listada com sucesso na bolsa de valores Euronext Amsterdam.

Lucro subjacente para o período

em € milhões

Primeiro semestre 2020

Primeiro semestre 2019

EBIT ajustado

642

588

Receitas financeiras líquidas/(despesas)

(122

)

(133

)

Impostos ajustados

(127

)

(103

)

Rendas ajustadas de associados e joint ventures

0

(1

)

Lucro subjacente para o período

393

351

Teleconferência e transmissão pela internet

Casey Keller (CEO) e Scott Gray (CFO) irão realizar uma teleconferência para analistas e investidores institucionais às 10h CET (hora da Europa Central) de hoje para discutir os resultados semestrais de 2020. Um webcast de áudio ao vivo e sob demanda da teleconferência estará disponível através do site de Relações com Investidores da JDE Peet's.

Sobre a JDE Peet's

JDE Peet's é o maior grupo mundial de café e chá puro por receita, que serviu aproximadamente 130 bilhões de xícaras de café e chá no ano financeiro encerrado em 31 de dezembro de 2019 ("ano fiscal") em mais de 100 países desenvolvidos e emergentes. Com um portfólio de mais de 50 marcas líderes mundiais, regionais e locais de café e chá, a JDE Peet's oferece uma extensa variedade de produtos e soluções inovadoras e de alta qualidade em café e chá para atender às necessidades dos consumidores em todos os mercados, preferências dos consumidores e níveis de preços. No ano fiscal de 2019, a JDE Peet's gerou um total de vendas de € 6,9 bilhões e tinha em média 21.255 funcionários em todo o mundo. O portfólio global da JDE Peet's inclui: Jacobs, Peet's, L'OR, Senseo, Tassimo e Ti Ora. Para obter mais informações, acesse http://www.JDEPeets.com.

Informações importantes

Regulamentação de Abuso de Mercado

Este comunicado de imprensa contém informações dentro do significado do artigo 7(1) do Regulamento de Abuso de Mercado da UE.

Apresentação

As contas anuais da JDE Peet's N.V. (a Empresa) e de suas subsidiárias consolidadas (o Grupo) são preparadas de acordo com as Normas Internacionais de Informação Financeira, conforme adotadas pela União Europeia (International Financial Reporting Standards, IFRS). Ao preparar as informações financeiras nesses materiais, exceto quando descrito de outra forma, os mesmos princípios contábeis são aplicados como nas demonstrações financeiras combinadas do Grupo a partir de e para o ano encerrado em 31 de dezembro de 2019 e as notas correspondentes. Todos os números nestes materiais não são auditados. Na elaboração das informações financeiras incluídas nestes materiais, a maioria dos valores numéricos são apresentados em milhões de euros. Alguns números nestes materiais, incluindo dados financeiros, foram arredondados. Nas tabelas, os valores negativos são apresentados entre parênteses. Caso contrário, os valores negativos são mostrados por "-" ou "negativo" antes do valor.

Medidas não IFRS

Estes materiais contêm medidas financeiras não IFRS (Medidas não IFRS), que não são medidas de liquidez ou de desempenho de acordo com as IFRS. Essas medidas não IFRS são apresentadas além dos números que são preparados de acordo com as IFRS. O uso de medidas não IFRS pelo Grupo pode variar significativamente do uso de outras empresas em seu setor. As medidas utilizadas não devem ser consideradas como uma alternativa ao lucro (perda), receita ou qualquer outra medida de desempenho derivada de acordo com as IFRS ou ao caixa líquido fornecido pelas atividades operacionais como uma medida de liquidez. Para mais informações sobre Medidas não IFRS, veja "Medidas não IFRS" nas demonstrações financeiras do Grupo a partir de e para os seis meses encerrados em 30 de junho de 2020.

Declarações prospectivas

Estes materiais contêm declarações prospectivas, conforme definidas na Lei de Reforma de Litígios de Títulos Privados dos Estados Unidos de 1995, relativasàcondição financeira, resultados de operações e negócios do Grupo. Essas declarações prospectivas e outras declarações contidas nestes materiais a respeito de assuntos que não são fatos históricos envolvem previsões. Nenhuma garantia pode ser dada de que tais resultados futuros serão alcançados. Os eventos ou resultados reais podem diferir materialmente como resultado dos riscos e incertezas enfrentados pelo Grupo. Esses riscos, incertezas podem fazer com que os resultados reais variem materialmente dos resultados futuros indicados, expressos ou implícitos por tais declarações prospectivas. Há diversos fatores que podem afetar as operações futuras do Grupo e podem fazer com que esses resultados sejam materialmente diferentes daqueles expressos nas declarações prospectivas, incluindo (sem limitação): (a) pressões competitivas e mudanças nas tendências e preferências dos consumidores, bem como a percepção que os consumidores têm de suas marcas; (b) flutuações no custo do café verde, incluindo grãos de café arábica de primeira qualidade, chá ou outras mercadorias, e sua capacidade de garantir um fornecimento adequado de café e chá de qualidade ou sustentável; (c) condições econômicas e financeiras globais e regionais, bem como condições políticas e comerciais ou outros desenvolvimentos; (d) interrupção nas instalações de fabricação e distribuição do Grupo; (e) sua capacidade de inovar, desenvolver e lançar com sucesso novos produtos e extensões de produtos e de comercializar efetivamente seus produtos existentes; (f) não conformidade real ou alegada com as leis ou regulamentos aplicáveis e quaisquer reivindicações legais ou investigações governamentais em relação aos negócios do Grupo; (g) dificuldades associadasàconclusão com sucesso das aquisições eàintegração dos negócios adquiridos; (h) a perda da administração sênior e outros funcionários importantes; e (i) mudanças nas leis ou regulamentos ambientais aplicáveis. As declarações prospectivas contidas nestes materiais falam apenas a partir da data destes materiais. O Grupo não tem qualquer obrigação de (e renuncia expressamente tal obrigação) revisar ou atualizar quaisquer declarações prospectivas para refletir eventos ou circunstâncias após a data destes materiais ou para refletir a ocorrência de eventos imprevistos. O Grupo não pode dar qualquer garantia de que as declarações prospectivas se mostrarão corretas e os investidores são advertidos a não confiar indevidamente em qualquer declaração prospectiva. Mais detalhes dos riscos e incertezas potenciais que afetam o Grupo estão descritos nos arquivos da Empresa juntoàAutoridade Holandesa para os Mercados Financeiros (Stichting Autoriteit Financiële Markten).

Dados do mercado e do setor

Todas as referências a previsões do setor, estatísticas do setor, dados de mercado e participação de mercado nestes materiais compreendem estimativas compiladas por analistas, concorrentes, profissionais do setor e organizações, de informações disponíveis publicamente ou da própria avaliação do Grupo sobre seus mercados e vendas. As classificações são baseadas na receita, salvo indicação em contrário.

Nenhuma oferta

Estes materiais não constituem uma oferta de venda ou emissão, ou uma solicitação de uma oferta de compra ou subscrição de quaisquer títulos em qualquer jurisdição.

Medidas não IFRS

Este comunicadoàimprensa contém medidas financeiras não IFRS (Medidas não IFRS), que não são medidas de liquidez ou de desempenho sob as Normas Internacionais de Contabilidade (International Financial Reporting Standards, IFRS), e que o Grupo considera como medidas alternativas de desempenho. Essas medidas não IFRS são apresentadas além dos números que são preparados de acordo com as IFRS.

EBITDA ajustado

O EBITDA ajustado é definido como lucro operacional antes da depreciação e amortização, ajustado para os mesmos fatores listados em EBIT Ajustado.

Impostos ajustados

Os impostos ajustados são definidos como impostos ajustados pelo efeito dos itens não recorrentes principalmente relacionados a despesas não dedutíveis e mudanças nas reservas fiscais e ativos fiscais diferidos reconhecidos.

Índice de alavancagem líquida

O índice de alavancagem líquida é definido como dívida líquida dividida pelo EBITDA ajustado dos últimos doze meses.

EBIT ajustado orgânico

O EBIT ajustado orgânico é definido como EBIT Ajustado traduzidoàtaxa de câmbio média do ano anterior e ajustado para mudanças de escopo (a.o. fusões e aquisições, e desinvestimentos). Para determinar o EBIT ajustado orgânico em um determinado ano, o EBIT ajustado naquele ano é convertidoàtaxa de câmbio média do ano comparável e exclui o EBIT ajustado de empresas adquiridas/divididas até 12 meses após a data da transação.

Vendas orgânicas

As vendas orgânicas são definidas como receitas convertidasàtaxa de câmbio média do ano anterior e ajustadas para mudanças de escopo (a.o. M&A e alienação). Para determinar as vendas orgânicas em um determinado ano, a receita naquele ano é convertidaàtaxa de câmbio média do ano comparável e exclui a receita de empresas adquiridas/divididas até 12 meses após a data da transação.

Crescimento das vendas orgânicas

O crescimento das vendas orgânicas é definido como o crescimento nas vendas orgânicas entre o ano dado e o ano comparável.

Lucro subjacente

O lucro subjacente é definido como EBIT ajustado para o período, incluindo receitas e despesas financeiras, impostos ajustados e receitas ajustadas de associados e joint ventures.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20200805006131/pt/


Contato:

Mídia

Michael Orr

Media@JDEPeets.com

Investidores e analistas

Robin Jansen

+31 6 1594 4569

Robin.Jansen@JDEcoffee.com


Fonte:

BUSINESS WIRE

Veja também:

A igreja que conecta fiéis a Deus com a ajuda do álcool
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade