0

Inscrições para o programa de internacionalização de Scale-ups - Latam Edge Awards 2018 - terminam no dia 4 de maio de 2018

O programa é para scale-ups latino-americanas com mais de US$ 1 milhão de faturamento anual com planos de se expandir para a Europa

16 abr 2018
14h55
  • separator
  • comentários

Segundo o IBGE, o Brasil tem cerca de 35.000 Scale-ups, menos de 1% do total de empresas do país. E, apesar disso, elas são responsáveis por quase 60% dos novos empregos gerados nos últimos anos (o equivalente à 3,3 milhões de empregos).

Foto: DINO

É esse nicho que a 3ª edição do LatAm Edge Awards 2018, o maior programa para scale-ups latino-americanas com mais de US$ 1 milhão de faturamento anual ou investimento quer apoiar em sua expansão internacional para o Reino Unido, Europa e Ásia. O programa  encerra suas inscrições no dia 4 de maio de 2018 e as empresas interessadas devem acessar o site www.latamedge.com e clicar em REGISTER NOW.  Questionários não preenchidos completamente não serão aceitos.

A vencedora receberá  £123 mil em serviços e um  espaço em um coworking em zona central de Londres e serviços de acompanhamento e suporte como contabilidade, desenvolvimento de novos negócios, assistência jurídica, coaching,  PR, Marketing Digital e pesquisa de mercado. Tudo grátis por um ano.

"Ser o vencedor do LatAm Edge Awards fez com que nós pudéssemos mudar nossa empresa de patamar. Passamos pelo coaching e pelo Business Development, etapas fundamentais para entender que os mercados lá fora são tão diferentes e que portanto  é preciso mudar muito a forma como fazemos por aqui", comenta Pedro Donati, CEO da RoundPegs.

"Este ano as finalistas terão seu  pitch de 3 minutos no O2, a maior arena de eventos de Londres,  finalizando o Global Ecosystem Summit que acontece dentro da London Tech Week" comenta Sandra Sinicco, da LatamTech.UK,  empresa de consultoria para expansão nas duas regiões e organizadora do prêmio."A London Tech Week reúne mais de 50 mil profissionais de tecnologia e inovação todos os anos para ver o que há de mais avançado no mundo".

"O Global Ecosystems que antecede o prêmio promoverá debates com experts nos vários ecossistemas no mundo como  Índia, Brasil, México, Chile, Estados Unidos, Colômbia, Reino Unido, Austrália, Canadá entre outros debatendo as diferentes realidades e possíveis colaborações entre os países para a inovação", comenta Vishal Gupta, diretor do Global Ecosystems Summit. 

Apoiam o prêmio este ano a empresa de consultoria inglesa Deloitte, a brasileira EbanX, a norte-americana ReachLocal, uma das maiores empresas de marketing digital do mundo, a russa SendPulse,  uma das plataformas mais eficazes para o envio de SMS, Web Push e emails via SMTP.

Há também  a F6S, uma das plataformas mais inteligentes de monitoramento e gestão de dados sobre startups, a  Mexican Chamber of Commerce, Colombian Chamber of Commerce, Argentina Chamber of Commerce, Tech London Advocates Latam, Start-Up Chile, Sapovalova Coaching,  Aconcagua Partners, Eydos Digital, Brand Image, Joelson, ABStartups, 100penStartups, America Economia e também das agências latino americanas de relações públicas da rede LatamPR: GrupoCASA do Brasil,  BMR do Chile , SmartcomPR da Venezuela e Panamá, Communication Consulting da Guatemala, Innovarte da Colômbia, Smartcom (Venezuela e Panamá) e Percepción e Imagem do México.

O que é o LatAm Edge Awards

Criado em 2016, LEA é o único programa de expansão para scaleups em condições de abrir operações no Reino Unido e Europa. Seu diferencial está no fato de  um grupo de empresas nos dois territórios - América Latina e Reino Unido - apoiarem a vencedora escolhida por uma bancada de 20 juízes ingleses para iniciar as operações sem ter que se preocupar com nada - nem escritório ( 1 ano grátis em Londres) nem serviços como suporte jurídico, marketing, de desenvolvimento de negócios, PR, marketing digital, coaching, branding.

Em 2016, a vencedora foi a chilena Toc Biometrics e em 2017 a brasileira, RoundPegs.



Website: http://www.latamedge.com
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade