0

Incentivo ao esporte como aliado no desempenho acadêmico

Alunos de medicina "fortalecem" o cérebro com ajuda de exercícios físicos

13 fev 2020
13h15
  • separator
  • 0
  • comentários

A realização de atividades físicas regulares é fundamental para o bem-estar e a sociabilidade do indivíduo.

Foto: DINO / DINO

A primeira relação que pode-se estabelecer é entre prática esportiva e qualidade de vida, em que corpo e mente ficam saudáveis e no pleno funcionamento das suas ocupações, com vigor, energia e força.

Estudos comprovam que a prática de esportes auxilia a área cognitiva, trazendo maior concentração, melhor capacidade de memorização, mais atenção, ajuda no equilíbrio, promove bem-estar, controla a ansiedade, proporciona qualidade do sono, além, é claro, de tornear os músculos.

Esses efeitos ocorrem em virtude de hormônios como endorfina, serotonina e dopamina que são liberados, trazendo bem-estar; contribuindo no tratamento da depressão e proporcionando alívio de dores no corpo.

Para a educadora física e personal Maristela Borges, a prática de exercícios físicos é um maravilhoso mundo de benefícios. O exercício físico favorece a liberação do CG, hormônio do crescimento, além da adrenalina e noradrenalina (catecolaminas) que ajudam na queima de gorduras e controlam a glicose, evitando até doenças cardíacas.

"O aluno que deseja ter mais qualidade nos estudos e melhores resultados deve realizar atividades físicas e exercitar-se pelo menos três vezes por semana. Os resultados serão positivos e satisfatórios".

A faculdade de medicina FACERES apoia e incentiva seus acadêmicos à prática constante de esporte. "Os universitários escolhem entre mais de 21 modalidades na instituição e esse estímulo ajuda a motivar o trabalho em equipe e a integração entre as turmas", explica o diretor da faculdade, Dr. Toufic Anbar Neto.

A dedicação levou os estudantes a serem hexacampeões de um dos maiores torneios universitários entre faculdades de medicina do estado de São Paulo, o TORMED, uma referência entre os campeonatos universitários.  Mais de 200 alunos da FACERES defenderam a instituição pelas modalidades: futebol, vôlei, handebol, basquete, natação, atletismo, tênis de mesa e de campo, xadrez e judô, além do desafio de baterias.

O árduo caminho de dedicação a ser percorrido durante os seis anos do curso de medicina, com uma jornada extensa de estudos, provas e avaliações práticas e teóricas, pode ser equilibrado com a introdução da atividade física na rotina do estudante. Para Gabriel Pires, acadêmico do curso de medicina FACERES e presidente da Atlética da faculdade, o esporte une os colegas e ajuda a formar uma identidade da faculdade.

"O hábito de treinos auxilia na disposição física e mental, pois exige normas e metas a serem cumpridas, refletindo nos estudos e no dia a dia, em que buscamos sempre o resultado positivo", afirma o estudante.

"Além disso, o esporte permite fazer muitas amizades e vivenciar momentos de superação que, com certeza, contribuirão muito para a formação profissional como futuros médicos", finaliza Gabriel.



Website: https://faceres.com.br

Veja também:

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade