4 eventos ao vivo

Empresário ensina como as dificuldades podem impulsionar o empreendedorismo

Filtrar e direcionar ideias e esforços é essencial para quem quer criar um negócio

19 set 2018
11h23
  • separator
  • comentários

Empreender é uma das atividades que mais tem atraído jovens e adultos nos anos atuais. Segundo uma pesquisa do Sebrae feita em parceria com o IBQP (Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade), a taxa de empreendedorismo saltou de 23% para 34,5% nos últimos anos. Metade desse número corresponde a empresas com menos de três de funcionamento.

Foto: DINO / DINO

A quantidade de brasileiros empreendedores também se destaca quando comparada a países desenvolvidos, como Estados Unidos, Reino Unido e Japão, que apresentaram taxas de empreendedorismo de 20%, 17% e 10,5%, respectivamente.

Isso pode ser explicado devido à crise política e econômica que o Brasil se encontra, em que as altas taxas de desemprego e o cenário desafiador fazem com que os empregos formais nem sempre sejam a alternativa mais interessantes aos olhos da população. Assim, encarar a situação de forma inovadora e utilizar as dificuldades vigentes para avançar como empresário é o segredo para quem quer construir um empreendimento sólido e rentável.

Embora a recessão econômica realmente torne o mercado menos aquecido, montar um negócio de sucesso é uma tarefa que traz consigo uma série de desafios e de necessidades por parte da pessoa que opta por essa iniciativa. Descobrir a melhor forma de fazer isso é a chave para o sucesso, de acordo com o palestrante Luciano Marques, sócio da LRM Seminários, empresa que visa o aprimoramento de pessoas com base na realização de cursos e palestras.

"A maioria das pessoas que se aventuram a empreender ou são empreendedores iniciantes ou querem mudar de carreira e precisam, antes de mais nada, ter sua mente fortalecida para não cederem aos desafios duros que enfrentarão em seu novo negócio", ensina Marques. "Muitas empresas quebram porque um negócio é a extensão da mentalidade daqueles que o gerem. E se eles carregam dentro de si traumas camuflados, crenças limitantes sobre si, sobre os outros e sobre o mundo, não conseguirão ter equilíbrio em sua vida e nos negócios", diz.

A perspectiva do empresário é a mesma que se observa na maior parte dos livros e dos conselhos de profissionais da área do empreendedorismo, mas difere-se pela componente prática que oferece aos públicos. "É possível se recuperar de dificuldades nesse turbilhão que é o Brasil com técnicas diferenciadas, como a intuição. Ensino isso para as pessoas. Quero passar para os empresários que estão em dificuldade, ou para quem quer empreender e está faltando coragem ou solução, que as técnicas que serviram para mim e muitos outros, servem para eles também", assinala.

Diferencial

Ter uma ideia inovadora é um bom começo para empreender, mas nem sempre existe uma coisa completamente nova para ser lançada. Por isso, a dica é sempre diferenciar o negócio em relação aos demais, independentemente do segmento e dos concorrentes - atendimento, facilidade, inovação são exemplos de segmentos que podem revolucionar um negócio tradicional. A ideia é justamente considerar as ideias que tornam um determinado pensamento inovador e trabalhá-lo até criar uma ação prática.

"O Seminário Semente foi criado justamente para oferecer tais ferramentas, que contribuem com o desenvolvimento de uma forma de pensar única. Trata-se de um curso educacional, em que os participantes se desafiam a explorar, questionar e descobrir a vida de tal maneira que possibilite expandir sua eficácia pessoal e profissional", explica Marques.

Formação

Estudar e entender as vertentes do mercado é essencial para quem quer empreender. "Em 32 horas, distribuídas em 4 dias a pessoa passa por mais de 60 módulos entre palestras e vivências nas áreas da Física Quântica, Psicologia e Programação Neurolinguística. O aluno termina o Seminário Semente com um pacote de ferramentas para continuar sua transformação interna em relação a maneira de ver a si mesmo, outras pessoas e o mundo e essa transformação, sem dúvidas, faz grande diferença para quem quer empreender com sucesso", destaca o empresário.

Desenvolvimento pessoal

Nem sempre as ideias do futuro empreendedor correspondem à realidade ou mesmo aos valores do segmento em que ele deseja atuar.

Ao final do Seminário Semente, o aluno também é capaz de realizar uma autoavaliação de seu sistema de crenças: consegue perceber quais crenças o ajudam e quais o atrapalham para aquilo que dizem querer da vida.

"Ao utilizar as ferramentas aprendidas no Seminário Semente, o aluno pode modificar seu sistema neural de crenças em benefício próprio e das pessoas que cruzam seu caminho", acrescenta. Ou seja, é importante não só aprimorar as ideias e planos iniciais, mas filtrar mentalidades e posturas inadequadas para atender da melhor maneira possível o que o mercado espera.

Saiba mais

A LRM Seminários é uma empresa criada há mais de 10 anos e que foca suas atividades no aprimoramento humano.

Já o Seminário Semente é uma ideia que tomou forma em 2010. Trata-se de um curso educacional que estimula os alunos a explorarem, questionarem e descobrirem suas vidas de tal maneira que expandam suas eficiências pessoais e profissionais.

Em 2018, o curso conta com 70 turmas formadas, ou seja, 2.339 alunos. Mais informações: http://bit.ly/SeminarioSemente ou pelo e-mail: contato@lrmseminarios.com.br



Website: http://bit.ly/SeminarioSemente

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade