PUBLICIDADE

Como a telerradiologia pode ajudar centros de diagnóstico por imagem de hospitais

23 jul 2019 19h41
ver comentários
Publicidade

Estamos em um momento importante da economia. A crise que atingiu o país a partir de 2014 colaborou para que muitos estados e municípios chegassem a um desequilíbrio financeiro. Muitas empresas não suportaram os anos de vacas magras e encerraram as atividades. Felizmente, o ciclo de desaceleração de nossa economia se inverteu recentemente, todavia o crescimento que demorou a chegar ainda é tímido. Neste ritmo, serão necessários mais alguns anos até que a economia brasileira volte ao patamar pré-crise.

Foto: https://star.med.br / DINO

Este cenário faz com que o tripé da gestão empresarial seja ainda mais importante: (1) preço acessível, (2) alta qualidade e (3) agilidade e bons prazos de entrega. Reduzir custos e, ao mesmo tempo, melhorar a qualidade dos serviços prestados com redução do tempo de entrega não é algo fácil de se conseguir.

Encontrar este ponto ótimo é uma missão constante para os gestores. Na área de saúde não é diferente, porém é mais complexo encontrar alternativas que contribuam desta forma.

Uma das áreas com muitas oportunidades dentro de um hospital é o centro de diagnóstico por imagem. É difícil balancear o volume de exames com a disponibilidade de médicos radiologistas que sejam especializados em cada área da Radiologia.

Alguns problemas comuns enfrentados por hospitais nos centros de imagem:
Tempo para entrega de resultados aos pacientes muito elevado;
Incapacidade para entrega de resultados de acordo com a real urgência dos casos;
Atrasos para entrega de resultados para exames urgentes;
Escassez de profissionais em regiões distantes de zonas metropolitanas;
Dificuldade para cobertura de férias e ausências não planejadas da equipe local de médicos radiologistas;
Problemas de qualidade dos laudos (erros de interpretação das imagens);
Custo elevado para manter profissionais atuando em plantões nos períodos noturnos e finais de semana (volume de exames não cobre os custos fixos do profissional);
Variação do volume de exames faz com que custo fixo não seja coberto em alguns períodos;
Falta de padronização e organização nos protocolos de realização dos exames gera excesso de reconvocações dos pacientes para repeti-los ou complementá-los com imagens adicionais;
Técnicos de radiologia sem assessoria médica para dúvidas, especialmente em períodos de plantão noturno e finais de semana;
Resultados de exames e imagens médicas não disponíveis no sistema interno do hospital para acesso aos médicos que os solicitam.

Com o avanço da tecnologia, tanto na velocidade de transferência de dados como na segurança da transferência destes, existe uma alternativa que possibilita melhorar e resolver os problemas citados acima. A prática da Telerradiologia vem de encontro a essas demandas do setor hospitalar, pois possibilita que médicos radiologistas altamente especializados possam atuar de maneira remota, como se fossem parte integrante da equipe local.

Telerradiologia é o nome dado ao serviço de avaliação de exames de imagem e emissão de laudos a distância através da internet, e consiste em uma excelente opção para solucionar esses problemas.

Mas como a Telerradiologia pode ajudar centros de diagnóstico por imagem de hospitais?

São diversas as vantagens que a terceirização no serviço de emissão de laudos pode trazer para centros de radiologia de hospitais, dentre elas:

1) Acesso a médicos radiologistas especializados nas diversas subáreas da Radiologia e Diagnóstico por Imagem

Esta talvez seja uma das principais vantagens: o acesso a médicos subespecialistas. A interpretação das imagens médicas e a elaboração do laudo impactam na conduta clínica dos pacientes; um diagnóstico errado pode ter consequências catastróficas para o paciente, que pode eventualmente ser submetido a uma cirurgia desnecessária, por exemplo. Por isso, a qualidade e a assertividade dos laudos devem ser prioridades de todo gestor hospitalar.

Dependendo do volume de exames e da localização do hospital, pode ser inviável manter uma equipe multidisciplinar disponível localmente.

Os altos custos fixos para manutenção de uma equipe local de radiologistas subespecialistas podem tornar o negócio deficitário. Através da Telerradiologia, é possível ter acesso a profissionais especializados nas diversas subáreas da Radiologia, 24 horas por dia e, ao mesmo tempo, reduzir custos, ao trocar custos fixos por variáveis. Isso é possível devido ao modo de cobrança: o hospital é cobrado apenas pelo valor dos laudos emitidos.

2) Controle de custos para sustentabilidade financeira

Este é um item muito importante na sustentabilidade financeira de um hospital: controle de custos - sem perder qualidade.

Manter muitos profissionais em períodos fixos em centros de diagnóstico por imagem de um hospital implica riscos de déficit financeiro em momentos de menor volume de exames.

Além disso, há outros fatores a considerar: altos encargos trabalhistas, esforço constante dos gestores para a manutenção de uma equipe coesa, sem "buracos" nas escalas de trabalho.

Trocar custos fixos por custos variáveis para possibilitar o controle de custos de forma sustentável. É isso que a Telerradiologia possibilita, ao mesmo tempo com a manutenção/melhoria da qualidade e entrega dos laudos.

3) Controle e redução do tempo de entrega dos laudos

O tempo de entrega de resultados de exames de imagem pode ser decisivo no tratamento de pacientes. Os laudos médicos emitidos por empresas de Telerradiologia normalmente ficam prontos em até 48 horas para exames ambulatoriais e 2 horas para exames urgentes.

Pelo fato de contarem com equipes multidisciplinares com inúmeros profissionais, essas empresas conseguem garantir prazos de entrega mais rápidos para os hospitais.

A agilidade na entrega dos laudos é especialmente importante para exames urgentes, com impacto direto no tempo de permanência dos pacientes no pronto-atendimento e em sua satisfação e percepção de qualidade quanto ao funcionamento do hospital.

Para começar a trabalhar com um serviço como o da STAR Telerradiologia, é bastante simples, sem quaisquer necessidades especiais de infraestrutura: basta um computador com acesso à internet. O treinamento e implementação local também são bastante rápidos: em questão de poucas horas após a contratação, o hospital já pode começar a receber laudos a distância via Telerradiologia.



Website: https://star.med.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade