2 eventos ao vivo

Aumento de conta de luz no verão e a relação com o ar-condicionado

25 mar 2019
13h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Entre os meses de dezembro e março, reina absoluta a estação mais quente do ano: o verão. Devido às temperaturas elevadas, aumenta também o consumo de energia elétrica. É nessa época que os brasileiros mais sentem o impacto da conta de luz no orçamento total, mesmo com medidas de economia em determinadas regiões do país, como o horário de verão.

Foto: Friopeças / DINO

Além da chegada do calor intenso, o período é marcado pelas férias escolares, o que contribui para que as pessoas passem um tempo maior dentro de casa e utilizem eletrodomésticos com mais frequência. Desse modo, amplia-se a utilização de geladeiras, chuveiros, ventiladores, ar-condicionado, etc. O valor da conta, consequentemente, sobe.

Nos últimos anos, porém, os consumidores assistiram a um significativo aumento das contas de luz devido aos reajustes de tarifa. Nos anos de 2017 e 2018, a taxa de reajuste chegou a dois dígitos - 14% e 17% respectivamente. Isso sem mencionar o acréscimo das bandeiras tarifárias, que oscilam de acordo com o mês.

Apesar disso, mudanças sutis de hábitos no dia a dia podem evitar surpresas desagradáveis na hora de abrir a conta de luz. Em relação aos gastos com energia elétrica, modelos defasados, inadequados ao tamanho do ambiente ou sem inspeções regulares tendem a apresentar maior consumo. Bastam cuidados essenciais com o aparelho e a manutenção para escapar dos temidos valores exorbitantes.

Ar-condicionado: mocinho ou vilão?

Nos dias mais quentes de verão, recorrer ao ar-condicionado para amenizar os efeitos da alta temperatura é a melhor solução. No entanto, a maioria das pessoas tem medo de exagerar no uso diário e tomar um verdadeiro susto com a conta de luz no mês seguinte.

Os aparelhos ecológicos que existem atualmente são mais econômicos, sem dúvida, mas é possível utilizar outros modelos com inteligência, sem comprometer o orçamento. Uma medida simples que garante economia é checar se os filtros de ar estão limpos, sem acúmulo de poeira. Ao ligá-lo, portas e janelas devem estar bem fechadas para evitar a perda de ar.

Depois de ter o ambiente refrigerado, o aparelho pode ser desligado ou deixado apenas no modo de ventilação. No caso de um ar-condicionado muito antigo, o melhor é pensar na troca, já que eles consomem mais energia que modelos recentes, com tecnologias atuais.

Os modelos de ar-condicionado do mercado

Atualmente, o mercado conta com uma série de modelos modernos de ar-condicionado. Cada um deles para um tipo de espaço e de necessidade. O modelo Split Inverter, por exemplo, é uma das opções mais amigáveis da conta de luz por ser extremamente econômico.

Graças à tecnologia do aparelho, a temperatura se mantém estabilizada sem necessidade de ligar e desligar o aparelho durante o funcionamento. Comparado a outros, chega a 60% de economia.

O gás de refrigeração do Split Inverter ainda é ecológico, melhora a qualidade do ar e não causa danos ao meio ambiente. De acordo com a Friopeças, empresa especializada em sistemas de refrigeração de ar, o ar-condicionado ecológico teve um aumento de vendas de 1170% nos últimos meses.

"O aumento de tarifas e faturas de energia elétrica acabou aumentando consideravelmente a demanda por modelos mais econômicos e ecológicos. Apesar de possuir um custo minimamente maior dos que os demais aparelhos, esses modelos trazem um excelente custo benefício a curto prazo e por isso, tendem a manter a crescente no mercado", afirma Matheus Lemos, Gerente de E-commerce na Friopeças Ar Condicionado.

Para garantir o máximo de economia em projetos residenciais, empresariais ou comerciais, Lemos indica ainda que é imprescindível que o ar-condicionado tenha o selo da PROCEL, que aponta o consumo de energia elétrica do respectivo aparelho. Investindo em modelos modernos de ar-condicionado e na revisão periódica, a conta de luz nunca mais será um empecilho para os dias de calor.



Website: http://www.friopecas.com.br

Veja também:

Previsão Brasil - Tempo instável em várias áreas do país
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade