PUBLICIDADE

Vacina russa produziu anticorpos em testes iniciais

Revista científica The Lancet afirmou que ainda é necessário uma avaliação mais ampla

4 set 2020 08h28
| atualizado às 08h49
ver comentários
Publicidade

A vacina russa "Sputnik-5" contra a covid-19 produziu resposta de anticorpos em todos os participantes de testes em fase inicial, de acordo com resultados publicados nesta sexta-feira pela revista científica The Lancet, que foram considerados por Moscou como uma resposta aos críticos.

Funcionário mostra frascos com potencial vacina russa contra Covid-19 perto de Moscou
07/08/2020 Fundo Russo de Investimento Direto/Andrey Rudakov/Divulgação via REUTERS
Funcionário mostra frascos com potencial vacina russa contra Covid-19 perto de Moscou 07/08/2020 Fundo Russo de Investimento Direto/Andrey Rudakov/Divulgação via REUTERS
Foto: Reuters

Os resultados de dois testes, conduzidos entre junho e julho deste ano envolvendo 76 participantes, mostrou que 100% dos pacientes desenvolveram anticorpos para o novo coronavírus sem nenhum efeito colateral grave, disse a publicação.

A Rússia licenciou a vacina de duas doses para uso doméstico em agosto, o primeiro país a fazer isso e antes de quaisquer dados sobre os testes serem divulgados ou do início de testes em larga escala.

"Os dois testes de 42 dias --incluindo 38 adultos saudáveis cada-- não encontraram nenhum efeito adverso grave entre os participantes, e confirmaram que a candidata a vacina gerou reposta de anticorpos", disse a The Lancet.

"Testes mais amplos e de longo prazo, incluindo uma comparação com placebo, e mais monitoramento são necessários para estabelecer a segurança de longo prazo da vacina na prevenção da infecção pela covid-19", disse a publicação.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade