PUBLICIDADE

Queiroga: vacina infantil mostrou-se segura até o momento

Posição do ministro contraria falas do presidente Jair Bolsonaro que, sem apresentar dados, coloca em dúvida a segurança do imunizante

13 jan 2022 11h33
| atualizado às 11h42
ver comentários
Publicidade
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga
Foto: Frederico Brasil / Futura Press

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta quinta-feira, 13, que até o momento a vacina pediátrica da Pfizer contra a Covid-19 vem se mostrando segura para aplicação em crianças de 5 a 11 anos de idade, contrariando falas frequentes do presidente Jair Bolsonaro que, sem apresentar dados, coloca em dúvida a segurança do imunizante.

As declarações do ministro foram feitas durante cerimônia no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, para receber o primeiro lote de 1,248 milhão de doses das vacinas pediátricas contra a Covid, que começarão a ser distribuídas aos Estados ainda nesta quinta.

"Claro que em todas as campanhas de vacinação em massa há eventos adversos relacionados à vacina, e nós temos que falar isso francamente com a população. Nós vamos ficar observando esses eventos adversos, juntamente com a própria Anvisa, a quem incumbe a farmacovigilância, e a própria indústria farmacêutica para fazer possíveis correções de rumo", disse Queiroga.

"Mas, apesar de recentes, essas vacinas têm sido aplicadas nos principais sistemas de saúde do mundo, essa aplicação começou no mês de novembro, sobretudo nos Estados Unidos, mais de 8 milhões de doses foram aplicadas nos Estados Unidos às crianças de 5 a 11 anos e não tem sido notificados eventos adversos maiores. Portanto, até o que sabemos no momento, existe segurança atestada não só pela Anvisa, mas por outras agências regulatórias, para aplicação dessas vacinas."

O ministro disse que o Brasil receberá até o final de março 20 milhões de doses da vacina pediátrica da Pfizer contra a Covid.

Em comunicado, a Pfizer disse que mais dois lotes de vacinas para as crianças devem chegar ao Brasil ainda neste mês, com mais 1,248 milhão de doses no dia 20 e 1,818 milhão no dia 27.

O primeiro lote das vacinas pediátricas contra Covid-19 chegou ao Brasil nesta madrugada no aeroporto de Viracopos, em Campinas, e foi posteriormente levado a Guarulhos, onde fica o centro de distribuição do ministério e de onde as doses partirão para os Estados.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade