PUBLICIDADE

Protesto contra governo abre 100 covas rasas em Copacabana

11 jun 2020 - 09h43
(atualizado às 10h55)
Ver comentários
Protesto na areia da praia de Copacabana
Protesto na areia da praia de Copacabana
Foto: Ellan Lustosa/Código 19 / Estadão

A praia de Copacabana, na zona sul do Rio, foi palco de um protesto na manhã desta quinta-feira, 11, contra a condução da pandemia do novo coronavírus pelo governo federal. A ONG Rio de Paz organizou a abertura de 100 covas rasas nas areias da praia, simbolizando as mortes pela covid-19 no Brasil.

O País já tem quase 40 mil mortes pelo coronavírus. O total de infectados já passa de 775 mil, segundo dados coletados pelo consórcio de imprensa com informações de secretarias estaduais de saúde.

Os organizadores do protesto argumentam que houve uma "sucessão de erros" cometidos pelo governo federal na condução da crise sanitária e pedem mudanças na postura do presidente Jair Bolsonaro em suas manifestações sobre o isolamento social, sobre as mortes provocadas pela doença e sua participação em atos antidemocráticos.

Segundo o presidente do Rio de Paz, Antônio Carlos Costa, se não houver mudança de rumo na condução da crise, o Brasil será o país com o maior número de mortos pela covid-19.

Estadão
Publicidade
Publicidade