PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Coronavírus

Lula comemora fim da emergência da covid e critica "governo negacionista" de Bolsonaro

Organização Mundial de Saúde decretou o fim de emergência sanitária da covid-19 após três anos de pandemia

5 mai 2023 - 15h48
(atualizado às 16h22)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Poder360

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta sexta-feira, 5, que a pandemia ainda não acabou e pediu que a população continue se vacinando contra a covid-19. A Organização Mundial de Saúde (OMS)  decretou o fim de emergência sanitária da covid após três anos de pandemia. Lula também criticou o que chamou de “governo negacionista”, em referência à gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

"Apesar do fim do estado de emergência, a pandemia ainda não acabou. Tomem as doses de reforço e não deixem de ter o esquema vacinal sempre completo. E o governo federal irá incentivar a saúde, ciência e pesquisa no nosso País. Irá atuar para preservar vidas", escreveu o presidente no Twitter.

Em outro post, Lula afirmou que metade das 700 mil vítimas fatais do Brasil poderiam ter sido salvas, se não fosse o “governo negacionista” de Bolsonaro. 

"Depois de 3 anos, hoje finalmente podemos dizer que saímos da emergência sanitária pela covid-19. Infelizmente, o Brasil passou da marca de 700 mil mortos pelo vírus. E acredito que ao menos metade das vidas poderiam ter sido salvas se não tivéssemos um governo negacionista", disse em outro post.

O estado de emergência sanitária internacional da covid-19 chegou ao fim nesta sexta-feira, após três anos de pandemia, decretada em 30 de janeiro de 2020. A OMS foi a responsável pela decisão.

Veja post:

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade