0

Itália tem maior número semanal de casos em mais de 1 mês

Já as mortes em uma semana atingiram menor valor desde fevereiro

25 jul 2020
13h05
atualizado às 13h57
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Itália registrou o maior número semanal de novos casos do coronavírus Sars-CoV-2 desde meados de junho. Com os 275 contágios confirmados neste sábado pelo Ministério da Saúde, o país contabilizou 1.653 diagnósticos positivos entre 19 e 25 de julho, com média de 236 por dia.

Máscaras à venda em Nápoles, capital da Campânia, no sul da Itália
Máscaras à venda em Nápoles, capital da Campânia, no sul da Itália
Foto: ANSA / Ansa

Essa cifra é a maior desde a semana entre 14 e 20 de junho, quanto a Itália teve 2.024 casos, média de 289 a cada 24 horas. O país soma agora 245.864 pessoas já infectadas durante a pandemia e 35.102 óbitos, após um acréscimo de cinco mortes neste sábado.

Apesar da recente aceleração no número de novos casos, a Itália registrou a menor quantidade semanal de óbitos por covid-19 desde o fim de fevereiro. Foram 60 mortes entre 19 e 25 de julho, contra 97 dos sete dias anteriores.

O recorde semanal de contágios ocorreu entre 22 e 28 de março, com 38.894, enquanto o pico de óbitos foi registrado entre 29 de março e 4 de abril, com 5.339.

A Itália também contabiliza 198.320 pacientes curados, o que significa 80,66% das infecções já certificadas, e 12.442 casos ativos, quase um décimo do pico de 108.257 registrado em 19 de abril.

Do total de casos ativos, 41 estão internados em UTIs, distribuídos por 10 das 20 regiões do país: Lombardia (13), Lazio (nove), Piemonte (cinco), Emilia-Romagna (quatro), Abruzzo (dois), Campânia (dois), Friuli Veneza Giulia (dois), Sicília (dois), Marcas (um) e Vêneto (um).

Veja também:

Por apoio à CPMF, Guedes vai propor cortar à metade tributos sobre salários
Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade