PUBLICIDADE

Itália prorroga veto a turistas do Brasil até 31 de janeiro

Apenas algumas categorias estão com entrada liberada

17 dez 2021 12h15
| atualizado às 12h26
ver comentários
Publicidade

O governo da Itália prorrogou nesta semana as restrições para viajantes provenientes do Brasil. As regras valiam até 15 de dezembro, mas foram estendidas pelo ministro italiano da Saúde, Roberto Speranza, até 31 de janeiro de 2022.    

Atualmente, só algumas categorias de viajantes que tenham transitado pelo Brasil nos 14 dias anteriores podem entrar na Itália, como cidadãos italianos, da União Europeia ou da Área Schengen.    

Também são permitidos titulares de permissões de estadia de longo período na Itália e seus familiares; pessoas que comprovem uma relação afetiva estável com cidadãos italianos, da UE ou da Área Schengen ou com indivíduos legalmente residentes na Itália; atletas, técnicos, juízes e jornalistas de competições esportivas; e viajantes por motivos de trabalho, saúde, estudos ou "absoluta urgência".

Itália prorroga veto a turistas do Brasil até 31 de janeiro
Itália prorroga veto a turistas do Brasil até 31 de janeiro
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

Esses indivíduos precisam preencher um formulário online de localização de passageiros e apresentar, ainda no embarque, o resultado negativo de um teste molecular ou de antígeno para Covid-19 realizado nas 72 horas anteriores à chegada na Itália.    

Ainda é necessário cumprir isolamento de 10 dias no endereço indicado no formulário online, ao qual só se poderá chegar com meios de transporte privados, e efetuar um novo exame molecular ou de antígeno no fim do período de quarentena.    

Turistas brasileiros continuam impedidos de entrar na Itália, que vive um momento de alta nos casos de Covid e registrou na última quinta-feira (16) seu maior número de contágios em um único dia (26.109) desde 12 de março. .
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade