0

"'Fique em casa' é para os fracos", diz Bolsonaro no MT

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar o isolamento social, mesmo com o país ultrapassando a marca de 134 mil mortes por covid-19

18 set 2020
14h26
atualizado às 14h37
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira que o novo coronavírus precisa ser enfrentado e que ficar em casa é "para os fracos."

Em uma cerimônia de entrega de títulos de propriedades rurais em Sorriso (MT), Bolsonaro, ao elogiar os produtores rurais, afirmou que o agronegócio evitou que o Brasil entrasse em colapso ao não ter parado durante a epidemia.

"Vocês não entraram naquela conversinha mole de 'fique em casa e a economia a gente vê depois'. Isso é para os fracos", afirmou. "O vírus, eu sempre disse, era uma realidade e tínhamos que enfrentar. Nada de se acovardar perante aquilo que não podemos fugir."

22/07/2020
REUTERS/Adriano Machado
22/07/2020 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

Contrário às políticas de isolamento social desde o início da epidemia, Bolsonaro sempre defendeu que não se fechasse empresas e outras atividades econômicas e criticou duramente governadores que optaram por essas medidas.

O Ministério da Saúde registrou nesta quinta-feira 829 novos óbitos em decorrência da covid-19, o que eleva o total de mortes pela doença no país a 134.935, de acordo com dados da pasta.

Também foram notificados 36.303 novos casos da doença provocada pelo novo coronavírus, com o total de infecções confirmadas no país atingindo 4.455.386.

O Brasil é o segundo país do mundo com maior número de óbitos por covid-19, atrás apenas dos Estados Unidos, e aparece em terceiro em casos, abaixo dos EUA e da Índia.

 

Veja também:

Os fatores por trás da popularidade de Jacinda Ardern, reeleita com folga premiê da Nova Zelândia
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade