0

Furacão Sally entra nos EUA hoje e Teddy pode ser grande furacão

O oceano Atlântico Norte tinha uma notável população de furacões e tempestades tropicais na madrugada de hoje

16 set 2020
05h24
atualizado às 05h48
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O oceano Atlântico Norte está super "animado" nos últimos dias, com uma grande quantidade de furacões, tempestades tropicais e outras áreas de instabilidade aspirantes. É difícil tantos sistemas ficarem ativos ao mesmo tempo, dessa forma. Os registros apontam que desde 1971 não havia uma situação dessa.

Na madrugada de 16 de setembro de 2020  o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) identificava 7 sistemas meteorológicos associados a tempo severo: 3 furacões, Paulette,  Sally e o mais recente, Teddy, 1 tempestade tropical, Vicky, e mais 3 áreas de instabilidade com diferentes potenciais para se transformar em um ciclone em 48 horas. 

A posição destas tempestades são mostradas no mapa abaixo:

Foto: Climatempo

Furacões e tempestades tropicais no Atlântico Norte

O furacão Paulette passou sobre as Bermudas e segue viagem pelo Atlântico Norte devendo se transformar em um poderoso ciclone extratropical nas próximas 48 horas.

Foto: Climatempo

Furacões e tempestades tropicais no Atlântico Norte em 16-9-2020

Sally se tornou um furacão pouco antes de efetivamente atingir o continente nos Estados Unidos e atingiu a categoria 2, na escala Saffir-Simpson, no começo da madrugada de 16/9/2020. 

A análise técnica do NHC do começo da madrugada de 16/9/2020 (0630 UTC) informou que Sally ainda estava se fortalecendo, com centro próximo de Pensacola, no extremo oeste da costa do estado da Flórida.

Foto: Climatempo

Furacão Sally próximo de Pensacola, Flórida

Sally se move em direção ao norte-nordeste, muito lentamente, com cerca de 4 km/ h.

A previsão do NHC é que o centro de Sally se aproxime da costa norte do Golfo esta manhã e entre em solo dos Estados Unidos ainda hoje, avançando para o interior no sudeste do Alabama. Mas Sally ainda poder ter um ligeiro fortalecimento  antes de tocar a terra. 

Teddy era uma tempestade tropical no começo da madrugada de 16/9/2020, mas encontrou condições para rápido fortalecimento e se transformou em furacão. 

Segundo NHC, a pressão mínima no centro da tempestade foi estimada em 981 hPa,  por volta das 4 horas da madrugada e com ventos sustentados de 150 km/h. 

Teddy pode se tornar um grande furacão ainda hoje ou nesta quinta-feira

 

Foto: Climatempo

Furacão Teddy

Já Vicky é uma tempestade tropical que está enfraquecendo. Os ventos sustentados estimado por satélites era de 85 km / h às 3;00 UTC (00h em Brasília de 16/9/2020), com rajadas mais altas. Este sistema pode se tornar apenas uma simples baixa pressão atmosférica na quinta-feira, 17 de setembro.

Veja também:

Previsão Brasil - Situação de perigo no Espírito Santo
Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade