5 eventos ao vivo

Frutas de clima frio se adaptam a temperaturas do sertão de PE

Resultado tem sido satisfatório para agricultores e produtores

10 jan 2018
10h52
  • separator
  • comentários

Fruteiras de clima frio, como a maçã, caqui e pera estão sendo produzidas no sertão de Pernambuco junto da manga e da uva, que se tornaram tradicionais nas margens do Velho Chico. Com isso, os frutos passaram a se adaptar às altas temperaturas. Após dez anos de pesquisa, os resultados agradaram agricultores e cientistas.

Com temperatura acima dos 40ºC durante o dia, o vale do Rio São Francisco se tornou o principal polo exportador de uva e manga do país. A região movimenta por ano cerca de R$ 1,1 bilhão com essas frutas.

Com o cultivo de manga e uva consolidado, a região tem inaugurado a produção de frutas ainda mais exigentes com relação às baixas temperaturas, como a pera, por exemplo.

Produção pelo Brasil

A maior parte da produção de maçã, caqui e pera no Brasil se concentra nos estados do Sul e do Sudeste. No entanto, a intenção não é que o Nordeste compita com a produção das demais regiões do país, mas aproveite as janelas deixadas por eles durante o ano. E então, suprir o mercado nos meses de entressafra.

No caso da pera, a oportunidade de mercado é ainda maior, porque o Brasil não dá conta de produzir tudo o que consome, e 95% dessa fruta vem do exterior.  

A pesquisa teve início há dez anos e atendeu a um pedido da Companhia de Desenvolvimento do Vale do Rio São Francisco (Codevasf). O desafio foi grande para se conseguir uma produção assim. Mesmo assim, a adaptação foi um sucesso e surpreendeu.

Colaborou neste texto a estagiária Amanda Sampaio. 

Leia no Blog do Agroclimapro outras informações e análises sobre as culturas 

Para saber maiores informações de como se planejar com antecedência e tornar o clima seu grande aliado basta consultar www.agroclimapro.com.br

Veja como a informação meteorológica pode ajudar a tomar a decisão dentro do campo:

Climatempo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade