0

A La Niña que mudou Mad Max de lugar

Saiba porque as locações mudaram

26 fev 2016
18h02
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

“I’ve shot in Australia in a field of wildflowers and flat red earth when it rained heavily forever."[…]

George Miller, diretor de Mad Max: Estrada da Fúria, para o jornal The Independent.

Em uma tradução livre, George Miller diz que ao chegar na Austrália para filmar Mad Max encontrou um campo de flores silvestres e terra vermelha, onde parecia que a chuva nunca mais ia parar.

Dia 26 de fevereiro de 2016 ocorre a 88ª premiação do Oscar, no Teatro Dolby em Los Angeles, Califórnia. Dentre os filmes que concorrem a uma das categorias mais importante, de Melhor Filme, temos Mad Max: Estrada da Fúria, um filme com um orçamento de aproximadamente 150 milhões de dólares. Mas o que nem todos sabem é que boa parte deste dinheiro foi gasto para contornar um problema meteorológico.

Foto: Climatempo

Cena que remete ao deserto em Mad Max: Estrada da Fúria

Estrada da Fúria é o quarto filme da franquia Mad Max. Todos os outros filmes da série foram gravados no deserto de Broken Hill, que fica no extremo oeste de Nova Gales do Sul, no sul da Austrália.

Foto: Climatempo

Estava tudo certo para começar as filmagens em julho de 2010, mas o diretor George Miller não contava com o fenômeno climático La Niña.

A La Niña é o resfriamento atípico das águas do Oceano Pacífico na faixa equatorial. Essa situação acaba influenciando toda a circulação atmosférica global e provoca mais chuva sobre a Austrália, de forma geral, inclusive sobre as áreas desérticas, que foram previamente escolhidas para a gravação do filme.

O mapa mostra as regiões da Austrália que sofrem a influência da La Niña. O fenômeno em geral se desenvolve no outono, tem seu auge no inverno e na primavera, enfraquecendo durante o verão.

Foto: Climatempo

A animação mostra a transformação do Oceano Pacífico Equatorial durante o fenômeno La Niña. As manchas em tons de azul representam o resfriamento das águas.

Foto: Climatempo

No cronograma inicial de Estrada da Fúria, as filmagens começariam em julho 2010, quando o fenômeno La Niña atua com mais força sobre a Austrália.

Com água disponível, a vegetação também começou a se desenvolver sobre o local das filmagens o que acabou transfigurando as locações de um deserto para "um campo de flores silvestres e terra vermelha". A temática do filme se desenvolve em torno de um futuro pós-apocalíptico no qual a população precisa procurar fontes de água. Isso explica as paisagens desérticas do terceiro filme da franquia.

A solução foi transferir toda a equipe para o deserto de Namíbia, no sul da África, e só começaram em 2011, o que gerou um gasto imprevisto pela produção.

Tempestade de areia

Uma das cenas marcantes do filme Mad Max: Estrada da Fúria é uma gigante tempestade de areia, que toma toda a tela do cinema.

Foto: Climatempo

Imagem da tempestade de areia em Mad Max: Estrada da Fúria

Será que vai dar Oscar?

 

Foto: Climatempo

Tempestades de areia são fenômenos associados a forte queda de pressão atmosférica, mas podem acontecer também em locais que não são realmente um deserto.

Veja também:

Veja também:

Previsão Brasil - Ar frio predomina no centro-sul do país
Climatempo
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade