0

Dinossauro carnívoro mais antigo do mundo é italiano

"Saltriovenator zanellai" data de 25 milhões de anos atrás

20 dez 2018
16h24
  • separator
  • 1
  • comentários

O mais antigo dinossauro carnívoro do mundo é italiano: chama-se Saltriovenator Zanellai e é um ceratossauro jovem que viveu há 200 milhões de anos na região onde se localiza atualmente a Lombardia. A descoberta foi feita pelos paleontólogos Cristiano Dal Sasso, Simone Maganuco e Andrea Cau, em pesquisa publicada pela revista "Peer J." Com quase oito metros de comprimento e pesando uma tonelada, a criatura era considerada uma máquina de guerra. Ela tinha dentes afiados como punhais e patas fortes como o aço. Primeiro dinossauro italiano do período jurássico, o Saltrioenator que remonta ao aparecimento de grandes espécies carnívoras que data de 25 milhões de anos atrás. Ele vivia nas praias tropicais e nas florestas que cobriam a porção ocidental da Lombardia.
    O animal tem dimensões impressionantes para a época, com um crânio de 80 centímetros, além de ser armado com dentes afiados e patas dianteiras com quatro dedos, três dos quais tinham poderosas garras.
    A anatomia do gigante sugere que as asas das aves possam derivar da fusão dos três primeiros dedos dos dinossauros terópodes.
    "Embora fragmentário, o esqueleto mostra um mosaico de caracteres anatômicos ancestrais e derivados", afirma o paleontólogo do Museu de História Natural de Milão, Cristiano Dal Sasso, que, para conseguir identificar as ossadas mais fragmentadas, foi para a Califórnia para encontrar a posição precisa dos esqueletos. "Nem todos os fragmentos se encaixam, mas muitos são adjacentes e nos permitem reconstruir a forma dos ossos inteiros. Para completar o quebra-cabeça, utilizamos uma impressora 3D", explica.
    Nos restos do Saltriovenator, foram encontradas mordidas roedores e invertebrados marinhos, um sinal de que a carcaça permaneceu no fundo do mar por meses ou anos antes de se fossilizar. A descoberta foi feita em 1996, no vilarejo de Saltrio, em uma pedreira conhecida por fornecer blocos para o Teatro Scala e a Galeria Vittorio Emanuele, em Milão, bem como à Capela de Colleoni, em Bergamo.

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 1
  • comentários
publicidade