4 eventos ao vivo

"Obama" e mais: descobertas 381 novas espécies na Amazônia

Entre as descobertas há um pássaro que homenageia Barack Obama

31 ago 2017
13h50
atualizado em 6/10/2017 às 20h24
  • separator
  • comentários

Um relatório do Fundo Mundial para a Natureza divulgado nesta quarta-feira (30) em São Paulo revelou a descoberta de 381 novas espécies animais e vegetais na Amazônia. Segundo o documento, os dados foram coletados entre 2014 e 2015.

Nesse período foram catalogadas 216 novas espécies de plantas, 93 de peixes, 32 de anbfíbios, 20 de mamíferos, sendo dois fósseis, 19 de répteis e uma ave. Isso dá uma média de uma nova espécie a cada dois dias de pesquisas.

A compilação das novas espécies amazônicas faz parte do relatório da "WWF- Brasil", organização não governamental dedicada à preservação da natureza, feita em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (IDSM).

De acordo com o texto, "novas descobertas devem levar os responsáveis públicos e privados a considerar impactos irreversíveis causados por projetos de grande porte como estradas, hidrelétricas, mineração".

Entre as espécies mais importantes descobertas desde 2010 na Amazônia estão o macaquinho zogue-zogue-rabo-de-fogo (Plecturocebus miltoni), o pássaro poaieiro-de-Chico-Mendes (Zimmerius chicomendesi) -que homenageia o ambientalista Chico Mendes, assassinado em 1988, o boto Inia araguaiaensis, encontrado na bacia do rio Araguaia.

Além deles, há o Nystalus obamai, um pássaro que homenageia o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama, e o Pristimantis jamescameroni, um sapo laranja dedicado ao diretor norte-americano James Cameron.

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade