PUBLICIDADE

China se destaca como principal exportadora de fones bluetooth para o mundo

QCY fica em quarta colocação no número de exportações de fones bluetooth no mundo, e sua filial QCY - BRASIL é o principal braço para tamanho sucesso.

8 dez 2020 17h19
| atualizado em 9/12/2020 às 01h28
ver comentários
Publicidade

Fones de ouvido bluetooth excederão a incrível marca de 200 milhões de unidades exportadas em 2020. De acordo com as últimas estimativas da Canalys, as exportações mundiais de dispositivos de áudio, incluindo alto-falantes e dispositivos de áudio pessoais, alcançaram 96,2 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2020. 

Foto: DINO / DINO

A pandemia do coronavírus fez com que a categoria de alto-falantes sofresse o primeiro declínio global, caindo 1,9%, conforme exportações de 20,3 milhões de unidades. Em contraste, o áudio pessoal foi mais resiliente, com as vendas aumentando 19,4%, para 75,9 milhões de unidades. Este forte crescimento foi impulsionado por marcas de áudio que se voltaram para a categoria de fones de ouvido Stereo Sound, conhecidos como TWS. 

Os fornecedores de smartphones como Apple e Samsung lideraram o mercado de fones bluetooth no primeiro trimestre de 2020. "Não é nenhuma surpresa que os fornecedores de smartphones tenham dominado rapidamente", disse Cynthia Chen, analista de pesquisa da Canalys. 

A líder de mercado Apple se manteve em primeira colocação na lista de exportações, mas a grande surpresa foi a marca asiática, QCY, que ocupou a quarta colocação, se destacando como a maior do seguimento de baixo custo.

"As operações da empresa começaram em 2010, e depois de uma década atingimos esse marco superimportante para a companhia. Mas o que mais surpreende, é o fato ter acontecido logo após um ano de início das operações no Brasil. A QCY - BRASIL® é a grande responsável pelo aumento de mais de 200% das exportações da marca, por esse motivo todo nosso time brasileiro foi até a Ásia e apresentou o que estamos fazendo por aqui, e claro, comemorar os resultados com todo time mundial", afirma Eduardo Dongguan, CEO da companhia no Brasil.

No primeiro trimestre de 2020, os fones bluetooth detinham 38% do mercado, sendo a maior categoria de dispositivos de áudio inteligentes. Um dos principais influenciadores da experiência do usuário digital é a música, por isso os fabricantes investem milhares de dólares em desenvolvimentos desses dispositivos. 

"A melhor qualidade de som não é a única melhoria esperada em dispositivos de áudio. Com o TWS, os fornecedores visam tornar mais fácil o consumo de conteúdo para os usuários, bem como otimizar o acesso a assistentes pessoais inteligentes, por meio de uma forte integração com dispositivos inteligentes, como smartphones. Espera-se que os dispositivos bluetooth se tornem mais inteligentes a cada dia, permitindo aos usuários trabalhar, exercitar-se, aprender, relaxar e se divertir de forma mais eficaz", disse Jason Low, analista sênior da Canalys

Low ainda finaliza, "A pandemia COVID-19 forneceu um acelerador inesperado para o mercado, impulsionando a criação e o consumo de mídia audiovisual. Isso, por sua vez, beneficia o crescimento de dispositivos de áudio inteligentes à medida que os usuários buscam novas e melhores maneiras de consumir conteúdo ".



Website: https://www.qcyaudio.com.br

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade